aqui e utilize o filtro “cursos técnicos” em Modalidades para conferir a oferta de vagas abertas de cursos em Segurança do Trabalho, Automotiva, Metalmecânica e muito mais.

">
descer
SENAI
Técnico em Eletrotécnica: tudo que você precisa saber sobre a profissão!

Eletrotécnica. A palavra pode ser um pouquinho complicada, mas é bem simples de explicar o que esse profissional faz. Em resumo, ele é responsável pelos processos de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica no setor industrial.

E essa é uma das principais opções de formação técnica do país, mesmo em épocas de crise. De acordo com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), mais de 70% dos formados conseguem emprego até um ano depois da conclusão do curso.

Por isso, no blog de hoje iremos falar sobre como funciona essa carreira e como é o curso de eletrotécnica. Prossiga com a leitura para tirar todas as suas dúvidas!

O que é Eletrotécnica?

De forma geral, Eletrotécnica significa o estudo das aplicações técnicas da eletricidade. O profissional eletrotécnico é responsável por todas as etapas da transmissão de energia elétrica, com o intuito de gerar, transmitir, distribuir e armazenar essa energia (renováveis ou não renováveis).

Além disso, o Técnico em Eletrotécnica também garante:

✓ O bom funcionamento da iluminação pública, incluindo transformadores, geradores e redes de eletricidade;

✓ Automatiza o sistema das usinas hidrelétricas e termoelétricas;

✓ Oferece planos para o melhor uso da energia elétrica;

✓ Entre outros.

A rotina de trabalho desse profissional vai incluir a montagem de projetos elétricos, desenvolvimento e manutenção de sistemas, circuitos e de redes elétricas e instalação e reparo de equipamentos elétricos e eletrônicos.

Mercado de trabalho e área de atuação do Técnico em Eletrotécnica

O profissional em Eletrotécnica pode trabalhar com instalação, testes, manutenção e programação de circuitos, máquinas e equipamentos eletrônicos, além de outras atividades que fazem parte da sua área de atuação.

Em resumo, eles podem atuar em quatro grandes áreas da elétrica: geração, transmissão, distribuição e consumo.

É preciso ainda que o profissional conheça as normas técnicas e coloque em prática as exigências determinadas. Abaixo você confere as principais áreas que demandam por um Técnico em Eletrotécnica:

  • Usinas hidrelétricas, termoelétricas, solares e eólicas;
  • Indústrias metalúrgicas;
  • Empresas de distribuição de energia elétrica;
  • Empresas de água e saneamento;
  • Empresas de Telecomunicações;
  • Empresas de Construção Civil
  • Empresas de manutenção e instalação de equipamentos elétricos;
  • Escritórios de Projetos Técnicos;
  • Indústrias Petrolíferas;
  • Pesquisa;
  • Consultoria;
  • Assistência Técnica.

Como já deu para perceber, a maioria das empresas necessita desse profissional, já que eles são responsáveis por todo o desenvolvimento de energia dentro de uma organização. Porém, é no setor de geração e distribuição de energia elétrica que esses profissionais são mais valorizados.

Fora isso, a demanda por técnicos na área deve crescer rapidamente nos próximos anos. Por isso, o setor deve se manter estável, mesmo em cenários de crise.

Quanto ganha um profissional de Eletrotécnica?

Os salários para um Técnico em Eletrotécnica variam, mas podem chegar até R$ 4 mil. A média salarial para essa área no Brasil, de acordo com o site vagas.com.br é de R$ 2.632,00. Se você se dedicar e tiver bastante experiência, esse valor pode aumentar e chegar até os 5 dígitos.

Mas, atenção: o profissional dessa área precisa ser bastante responsável, crítico e focado nos detalhes. Também é importante que ele esteja familiarizado com as ciências exatas.

4 dicas para quem quer trabalhar na área de Eletrotécnica

Se você chegou até aqui, certamente tem interesse em trabalhar na área. Por isso, para que você invista nela, separamos algumas dicas.

O mercado é bastante amplo

Como você já viu ao longo do artigo, as possibilidades são infinitas. Ele pode trabalhar nas áreas de instalação, projetos, manutenção e desenvolvimento de sistemas eletroeletrônicos, elétricos para fins industriais, empresariais e redes de distribuição. Com estudo e dedicação, é possível você fazer carreira na área.

Versatilidade

O mercado de trabalho também é bastante versátil e promissor para esse profissional. É possível que ele trabalhe de forma direta na indústria, mas ele também pode atuar com consultorias ou outras atividades econômicas.

Conexão com o futuro

Já mostramos aqui que essa área está totalmente ligada ao futuro. Afinal, é impossível vivermos sem energia, concorda? E o mundo inteiro está preocupado com as fontes de energia, eficiência energética, desenvolvimento e sustentabilidade. Então, emprego não vai faltar para esses profissionais.

Continuidade de estudos

Quem disse que você precisa parar na área de eletrotécnica? O segredo para uma carreira de sucesso é continuar se aperfeiçoando. E com essa formação, é possível que você continue seus estudos e evoluindo profissionalmente dentro da mesma área, realizando cursos em mecânica, robótica, automação, além dos cursos de aperfeiçoamento como, por exemplo, Tecnologia em Energia Eólica, Montagem de Sistemas Fotovoltaicos e Operação e Manutenção em Subestações Industriais 13,8KV.

Como ser um bom Técnico em Eletrotécnica?

Muitas pessoas acreditam que um Técnico em Eletrotécnica nada mais é do que um eletricista com alguns cursos. Mas, esse profissional é bem mais do que isso.

Um bom profissional está sempre preocupado com o lixo eletroeletrônico e a sustentabilidade. Ele também deve se preocupar com as legislações vigentes, parâmetros de eficiência energética, normas técnicas, de qualidade, de segurança, saúde e ambientais.

E o SENAI entende disso. O nosso curso Técnico em Eletrotécnica habilita profissionais para  desenvolver a competência de instalar, manter e projetar sistemas elétricos prediais, industriais e de potência, cumprindo todas as legislações e normas.

O conteúdo do curso é amplo e possui todas as áreas de conhecimento necessárias para que o profissional se capacite e seja um profissional qualificado. Além disso, durante o curso, que possui uma carga horária de 1.400 horas, o aluno ainda possui estágio supervisionado que promove experiência prática para o melhor aproveitamento do curso.

Se você tem interesse em saber mais sobre o curso Técnico em Eletrotécnica do SENAI, clique aqui. Não é novidade para ninguém que somos referência em qualidade e credibilidade. É tanto que 7 em cada 10 alunos de cursos técnicos do SENAI estão empregados. Vem ser SENAI!

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *