telefone(85) 4009.6300
telefone Portal do Cliente

TÉCNICO TÊXTIL - EAD

Objetivo

Planejar e coordenar os processos têxteis, controlar a qualidade e as características dos produtos e desenvolver novos produtos e processos, seguindo normas e procedimentos de qualidade, de meio ambiente, de saúde e segurança do trabalho

Pré-requisito

Para realizar a matrícula, o interessado deverá:
- ter concluído o Ensino médio ou estar cursando no mínimo o 2º ano do ensino médio.

A matrícula poderá ser efetivada por interessados (ou responsável legal) com a apresentação de cópias dos seguintes documentos:
- histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou declaração da escola comprovando que o aluno está devidamente matriculado e frequentando regularmente, no mínimo, o 2º ano do ensino médio;
- carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação;
- cadastro de pessoa física – CPF;
- comprovante de residência;
- duas fotos 3X4 atualizadas.

Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

1. Cálculos de
1.1. Perímetro
1.2. Área
1.3. Volume
2. Estatística Básica
2.1. Gráficos
2.2. Tabelas
2.3. Amostragem
2.4. Medidas de tendência central
2.5. Medidas de dispersão
2.6. Planilha eletrônica
3. Noções de Desenho Técnico
3.1. Simbologia
3.2. Escalas
3.3. Vistas
3.4. Ângulos
3.5. Tipos de linhas
4. Operações matemáticas
4.1. Fração
4.2. Regra de três
4.2.1. Simples
4.2.2. Composta
4.2.3. Diretamente proporcional
4.2.4. Inversamente proporcional
4.3. Razão e proporção
4.4. Porcentagem
4.5. Equação de 1º grau
4.6. Sistema de equação de 1º grau
5. Transmissão de Movimento
5.1. Tipos
5.2. Elementos de máquina
5.3. Esquema
5.4. Frequência
5.5. Velocidade
6. Unidades de medidas
6.1. Sistema Internacional de Unidades aplicado à área têxtil
6.2. Medidas aplicadas à área têxtil
6.3. Conversão 1. Dissertação
1.1. Introdução
1.2. Desenvolvimento
1.3. Conclusão
2. Editor de Textos
2.1. Ferramentas
2.2. Menus
3. Elementos da Comunicação
3.1. Emissor
3.2. Receptor
3.3. Mensagem
3.4. Código
3.5. Canal
4. Estruturas-padrão
4.1. Requerimento
4.2. Ordem de serviço
4.3. Orçamento
5. Internet
5.1. Normas de uso
5.2. Navegadores
5.3. Sites de busca
5.4. Download e gravação de arquivos
5.5. Correio eletrônico
5.6. Direitos autorais (citação de fontes de consulta)
6. Linguagem
6.1. Funções
6.2. Referencial
6.3. Fática
6.4. Conotativa
6.5. Denotativa
7. Parágrafo
7.1. Unidade interna
7.1.1. Coerência
7.1.2. Coesão textual
7.2. Estrutura interna
7.2.1. Ideia principal
7.3. Tipos
7.3.1. Descritivo
7.3.2. Dissertativo
7.4. Ideias secundárias
8. Pesquisa
8.1. Tipos de pesquisa: bibliográfica; pesquisa em publicações eletrônicas; pesquisa de campo
9. Relatório
9.1. Estrutura
9.2. Tipos: atividade
9.3. Ocorrência 1. Cálculos de Custos
1.1. Mão de obra
1.1.1. Direta
1.1.2. Indireta
1.2. Materiais:
1.2.1. Diretos
1.2.2. Indiretos
1.3. Rateio de custos indiretos
1.3.1. Definição
1.3.2. Critérios
1.3.3. Composição
1.4. Margem de contribuição
1.5. Ponto de equilíbrio
2. Classificação dos custos
2.1. Direto
2.2. Indireto
2.3. Fixo
2.4. Variável
3. Custos de Processo
3.1. Definição
3.2. Composição
4. Custos de produto
4.1. Definição
4.2. Composição
5. Terminologia Contábil
5.1. Custos
5.2. Despesas
5.3. Investimentos
5.4. Gastos
5.5. Desembolsos
5.6. Perdas 1. Cálculo
1.1. Estiragem
1.2. Intensidade de cardagem
1.3. Torção
1.4. Diâmetro de funil
1.5. Escartamento
1.6. Contração
1.7. Resíduos
1.8. Lambda
2. Duplicação
2.1. Definição
2.2. Aplicação
3. Escartamento
3.1. Definição
3.2. Aplicação
4. Estiragem
4.1. Definição
4.2. Tipos
4.2.1. Mecânica
4.2.2. Real
4.2.3. Aplicação
5. Fiação
5.1. Máquinas e equipamentos
5.1.1. Tipos
5.1.2. Características
5.2. Funções
6. Fiação Convencional
6.1. Sistemas de Abertura
6.1.1. Características
6.1.2. Aplicação
6.1.3. Limpeza
6.1.4. Elementos de máquina
6.1.5. Ajustes e regulagens
6.1.6. Operação
6.2. Carda
6.2.1. Características
6.2.2. Aplicação
6.2.3. Limpeza
6.2.4. Intensidade de cardagem
6.2.5. Resíduos
6.2.6. Controle de neps
6.2.7. Elementos de máquina
6.2.8. Ajustes e regulagens
6.2.9. Operação
6.3. Passador
6.3.1. Características
6.3.2. Aplicação
6.3.3. Elementos de máquina
6.3.4. Ajustes e regulagens
6.3.5. Operação
6.4. Estiro reunidor
6.4.1. Características
6.4.2. Aplicação
6.4.3. Elementos de máquina
6.4.4. Ajustes e regulagens
6.4.5. Operação
6.5. Penteadeira
6.5.1. Características
6.5.2. Aplicação
6.5.3. Resíduos
6.5.4. Elementos de máquina
6.5.5. Ajustes e regulagens
6.5.6. Operação
6.6. Maçaroqueira
6.6.1. Características
6.6.2. Aplicação
6.6.3. Elementos de máquina
6.6.4. Ajustes e regulagens
6.6.5. Operação
6.7. Filatórios por anel
6.7.1. Características
6.7.2. Aplicação
6.7.3. Elementos de máquina
6.7.4. Ajustes e regulagens
6.7.5. Operação
6.8. Filatórios por rotor
6.8.1. Características
6.8.2. Aplicação
6.8.3. Elementos de máquina
6.8.4. Ajustes e regulagens
6.8.5. Operação
6.9. Filatórios por jato de ar
6.9.1. Características
6.9.2. Aplicação
6.9.3. Elementos de máquina
6.9.4. Ajustes e regulagens
6.9.5. Operação
6.10. Conicaleiras
6.10.1. Características
6.10.2. Aplicação
6.10.3. Elementos de máquina
6.10.4. Ajustes e regulagens
6.10.5. Operação
6.11. Binadeira
6.11.1. Características
6.11.2. Aplicação
6.11.3. Elementos de máquina
6.11.4. Ajustes e regulagens
6.11.5. Operação
6.12. Retorcedeira
6.12.1. Tipos
6.12.2. Características
6.12.3. Aplicação
6.12.4. Elementos de máquina
6.12.5. Ajustes e regulagens
6.12.6. Operação
7. Fiação Química
7.1. Definição
7.2. Tipos
7.2.1. Úmido
7.2.2. Ar quente
7.2.3. Ar frio
7.3. Características
7.4. Aplicação
7.5. Polimerização
7.6. Extrusão
7.7. Texturização
7.8. Estiragem
7.9. Máquinas e equipamentos
7.9.1. Tipos
7.9.2. Aplicação
7.9.3. Elementos de máquina
7.9.4. Ajustes e regulagens
7.9.5. Operação
8. Fibras Têxteis
8.1. Naturais
8.1.1. Animais
8.1.2. Vegetais
8.1.3. Minerais
8.2. Químicas
8.2.1. Artificiais
8.2.2. Sintéticas
8.3. Análise
8.3.1. Qualitativa
8.3.2. Quantitativa
9. Fios Têxteis
9.1. Tipos
9.1.1. Fiados
9.1.2. Filamentos
9.2. Sistemas de titulação de fios
9.2.1. Direto
9.2.2. Indireto
9.2.3. Instrumentos de medição
9.3. Resistência
9.3.1. Definição
9.3.2. Interferências nos processos
9.4. Instrumentos de medição
10. Introdução à Fiação
11. Meio Ambiente
11.1. Destinação de resíduos dos processos de fiação
12. Mistura de Fibras
12.1. Fundamentos de classificação de algodão
12.1.1. Coloração
12.1.2. Impurezas
12.1.3. Tipos de algodão
12.2. Puras
12.3. Mistas
12.3.1. Na linha de abertura
12.3.2. No passador
13. Não tecidos
13.1. Definição
13.2. Obtenção da manta
13.2.1. Úmido
13.2.2. Seco
13.2.3. Fusão
13.3. Consolidação da manta
13.3.1. Químico
13.3.2. Físico
13.3.3. Mecânico
13.4. Características
13.5. Aplicação
13.6. Máquinas e equipamentos
13.6.1. Tipos
13.6.2. Aplicação
13.6.3. Elementos de máquina
13.6.4. Ajustes e regulagens
13.6.5. Operação
14. Paralelização
14.1. Definição
14.2. Aplicação
15. Saúde e segurança do trabalho
15.1. Utilização de EPI e EPC na fiação
15.2. Acidentes de trabalho na fiação
15.2.1. Causas e consequências
16. Teste
16.1. De matérias-primas
16.2. De insumos
16.3. De produtos
16.4. Instrumentos e equipamentos
17. Torção
17.1. Definição
17.2. Aplicação
17.3. Contração 1. Cálculo
1.1 Contração
1.1.1. Urdume
1.1.2. Trama
1.2. Fator de cobertura do tecido
1.3. Gramatura do tecido
1.4. Largura do tecido
1.5. Quantidade de puas
1.6. Quantidade de batidas
1.7. Pick-up
1.8. Percentual de sólidos
2. Engomagem
2.1. Goma
2.1.1. Tipos
2.1.2. Aplicação
2.1.3. Cálculos
2.2. Tingimento de urdume
2.3. Máquinas e equipamentos
2.3.1. Tipos
2.3.2. Elementos de máquina
2.3.3. Ajustes e regulagens
2.3.4. Operação
3. Instrumentos de medição
4. Introdução à Tecelagem Plana
4.1. Ligamentos fundamentais
4.1.1. Tela
4.1.2. Sarja
4.1.3. Cetim
4.2. Gramatura
4.2.1. Definição
4.2.2. Unidades de medida
4.2.3. Instrumentos de medição
4.3. Densidade
4.3.1. Definição
4.3.2. Unidades de medida
4.3.3. Instrumentos de medição
4.4. Máquinas e equipamentos
4.4.1. Tipos
4.4.2. Características
4.4.3. Funções
5. Meio Ambiente
5.1. Destinação de resíduos dos processos de tecelagem
6. Padronagem de Tecidos Planos
6.1. Ligamentos derivados
6.1.1. Da tela
6.1.2. Da sarja
6.1.3. Do cetim
6.1.4. Jacquard
6.1.5. Representação gráfica
6.2. Lisos
6.3. Listrados
6.4. Xadrez
6.5. Softwares específicos
6.6. Plano de remeteção
6.6.1. Numérico
6.6.2. Gráfico
6.6.3. Cálculos
7. Remeteção
7.1. Tipos
7.2. Métodos
7.3. Equipamentos
8. Saúde e segurança do trabalho
8.1. Utilização de EPI e EPC na tecelagem
8.2. Acidentes de trabalho na tecelagem
8.3. Causas e consequências
9. Tecimento
9.1. Abertura da cala
9.1.1. Definição
9.1.2. Movimentos por excêntrico
9.1.3. Movimentos por maquineta
9.1.4. Movimentos por Jacquard
9.2. Inserção de tramas
9.2.1. Definição
9.2.2. Por sólidos em voo livre
9.2.3. Por sólidos conduzidos
9.2.4. Por fluidos
9.2.5. Por múltiplas calas
9.3. Arremate
9.3.1. Definição
9.3.2. Densidade de batidas
9.4. Transmissão de movimentos
9.5. Elementos de máquina
9.6. Sistema de parada
9.6.1. Urdume
9.6.2. Trama
9.7. Ajustes e regulagens de máquinas e equipamentos
9.8. Operação de máquinas e equipamentos
9.9. Engrupagem
9.10. Inspeção de tecidos
9.11. Classificação de tecidos
10. Teste
10.1. De matérias-primas
10.2. De insumos
10.3. De produtos
10.4. Instrumentos e equipamentos
10.5. Inspeção do tecido cru
10.5.1. Classificação de defeitos
10.5.2. Pontuação
10.5.3. Normas
11. Urdimento
11.1. Urdideira direta
11.1.1. Cálculos
11.1.2. Elementos de máquina
11.1.3. Ajustes e regulagens
11.1.4. Operação
11.2. Urdideira seccional
11.2.1. Cálculos
11.2.2. Elementos de máquina
11.2.3. Ajustes e regulagens
11.2.4. Operação 1. Cálculo
1.1. Fator de cobertura do tecido
1.2. Gramatura do tecido
1.3. Largura do tecido
2. Elementos de Formação de Malha
2.1. Agulhas
2.2. Platinas
2.3. Prensas
2.4. Guia-fios
3. Introdução à Malharia
3.1. Processos de obtenção
3.1.1. Por trama
3.1.2. Por urdume
3.2. Ligamentos fundamentais por trama
3.2.1. Monofrontura
3.2.2. Duplafrontura
3.3. Ligamentos fundamentais por urdume
3.3.1. Tricot
3.3.2. Raschel
3.4. Gramatura
3.4.1. Definição
3.4.2. Unidades de medida
3.4.3. Instrumentos de medição
3.5. Densidade
3.5.1. Definição
3.5.2. Unidades de medida
3.5.3. Instrumentos de medição
4. Máquinas e Equipamentos
4.1. Retilíneas
4.2. Circulares
4.3. Urdideiras
4.4. Kettensthull
4.5. Raschel
4.6. Softwares específicos
5. Meio Ambiente
5.1. Destinação de resíduos dos processos de malharia
6. Padronagem de Malharia por Trama
6.1. Monofrontura
6.1.1. Meia malha
6.1.2. Piquê
6.1.3. Moletom
6.1.4. Derivados
6.1.5. Listrados
6.1.6. Jacquard
6.2. Duplafrontura
6.2.1. Rib. e derivados
6.2.2. Interlock e derivados
6.2.3. Listrados
6.2.4. Jacquard
6.3. Software específico
6.4. Representação gráfica dos ligamentos
7. Padronagem de Malharia por Urdume
7.1. Kettensthull
7.1.1. Tricot
7.1.2. Derivados
7.2. Raschel
7.2.1. Rendas
7.2.2. Jacquard
7.3. Software específico
7.4. Representação gráfica dos ligamentos
8. Saúde e segurança do trabalho
8.1. Utilização de EPI e EPC na malharia
8.2. Acidentes de trabalho na malharia
8.3. Causas e consequências
9. Teste
9.1. De matérias-primas
9.2. De insumos
9.3. De produtos
9.4. Instrumentos e equipamentos
9.5. Inspeção do tecido cru
9.5.1. Classificação de defeitos
9.5.2. Pontuação
9.5.3. Normas 1. Beneficiamento Primário
1.1. Físico
1.1.1. Escovagem
1.1.2. Navalhagem
1.1.3. Chamuscagem
1.1.4. Prefixação
1.2. Químico
1.2.1. Desengomagem
1.2.2. Purga
1.2.3. Alvejamento
1.2.4. Caustificação
1.2.5. Mercerização
1.2.6. Receitas
2. Beneficiamento Secundário
2.1. Tingimento
2.1.1. Curvas
2.1.2. Receitas
2.1.3. Mecanismo
2.2. Classes de corantes
2.2.1. Diretos
2.2.2. Reativos
2.2.3. A tina
2.2.4. Dispersos
2.2.5. Ácidos
2.2.6. Azóicos
2.2.7. Complexos metálicos
2.2.8. Sulfurosos
2.2.9. Catiônicos
2.2.10. Ópticos
2.3. Pigmentos
2.4. Estamparia
2.4.1. Definição
2.4.2. Por quadro
2.4.3. Por cilindro
2.4.4. Por termotransferência
2.4.5. Digital
2.4.6. Matrizes de impressão
2.4.7. Com pigmentos
2.4.8. Com corantes
2.4.9. Efeitos especiais
2.4.10. Receitas
2.5. Colorimetria
2.5.1. Definição
2.5.2. Iluminantes
2.5.3. Metameria
2.5.4. Espaço das cores
2.5.5. Equipamentos
2.5.6. Banco de dados
2.5.7. Formulação
2.5.8. Correção da cor
2.5.9. Medição de branco
2.5.10. Controle da qualidade
2.5.11. Softwares específicos
3. Beneficiamento Terciário
3.1. Físico
3.1.1. Definição
3.1.2. Tipos
3.1.3. Aplicação
3.2. Químico
3.2.1. Definição
3.2.2. Tipos
3.2.3. Aplicação
3.2.4. Receitas
3.3. Biológico
3.3.1. Definição
3.3.2. Tipos
3.3.3. Aplicação
3.3.4. Receitas
4. Beneficiamento Têxtil
4.1. Definição
4.2. Técnicas de aplicação
4.2.1. Por esgotamento
4.2.2. Por impregnação
4.3. Métodos de Processos
4.3.1. Contínuo
4.3.2. Semicontínuo
4.3.3. Descontínuo
5. Cálculo
5.1. Pick-up
5.2. Receitas
6. Lavanderia
6.1. Definição
6.2. Doméstica
6.3. Industrial
6.4. Hospitalar
6.5. Beneficiamento de jeans:
6.5.1. Tratamentos físicos
6.5.2. Tratamentos químicos
6.5.3. Tratamentos físico-químicos
6.5.4. Tratamentos biológicos
6.6. Beneficiamento de peças confeccionadas
6.6.1. Primário
6.6.2. Secundário
6.6.3. Terciário
6.7. Receitas
7. Máquinas e Equipamentos
7.1. Softwares específicos
7.2. Tipos
7.3. Aplicação
7.4. Elementos de máquinas
7.5. Ajustes e regulagens
7.6. Operação
8. Meio Ambiente
8.1. Destinação de resíduos dos processos de beneficiamento
8.2. Tratamento de afluentes
9. Cálculo
9.1. Pick-up
9.2. Receitas
10. Lavanderia
10.1. Definição
10.2. Doméstica
10.3. Industrial
10.4. Hospitalar
10.5. Beneficiamento de jeans:
10.5.1. Tratamentos físicos
10.5.2. Tratamentos químicos
10.5.3. Tratamentos físico-químicos
10.5.4. Tratamentos biológicos
10.6. Beneficiamento de peças confeccionadas
10.6.1. Primário
10.6.2. Secundário
10.6.3. Terciário
10.7. Receitas
11. Máquinas e Equipamentos
11.1. Softwares específicos
11.2. Tipos
11.3. Aplicação
11.4. Elementos de máquinas
11.5. Ajustes e regulagens
11.6. Operação
12. Meio Ambiente
12.1. Destinação de resíduos dos processos de beneficiamento
12.2. Tratamento de afluentes
12.3. Tratamento de efluentes
13. Saúde e segurança do trabalho
13.1. Causas e consequências
13.2. Utilização de EPI e EPC no beneficiamento
13.3. Acidentes de trabalho no beneficiamento
14. Teste
14.1. De matérias-primas
14.2. De insumos
14.3. De produtos
14.4. Instrumentos e equipamentos
14.5. Inspeção do tecido acabado 1. Cálculo
1.1. Fiação:
1.1.1. Eficiência produtiva
1.1.2. Eficiência de máquina
1.1.3. Consumo
1.1.4. Produção
1.2. Malharia
1.2.1. Eficiência produtiva
1.2.2. Eficiência de máquina
1.2.3. Consumo
1.2.4. Produção
1.3. Tecelagem
1.3.1. Eficiência produtiva
1.3.2. Eficiência de máquina
1.3.3. Consumo
1.3.4. Produção
1.4. Beneficiamento
1.4.1. Eficiência produtiva
1.4.2. Eficiência de máquina
1.4.3. Consumo
1.4.4. Produção
2. Cronograma de Manutenção
2.1. Periodicidade
2.2. Alocação de recursos
3. Cronometragem
3.1. Definição
3.2. Instrumentos:
3.3. Tipos
3.4. Unidades de medida
4. Leiautes
4.1. Definição
4.2. Tipos
5. Lubrificação
5.1. Lubrificantes
5.1.1. Sólidos
5.1.2. Pastosos
5.1.3. Líquidos
5.2. Tipos
5.2.1. Automática
5.2.2. Manual
6. Planejamento
6.1. Metas
6.2. Definições
6.2.1. Operacional
6.2.2. Tático
6.2.3. Estratégico
6.3. Objetivos
6.4. Indicadores de desempenho
7. Planejamento e Controle da Produção
7.1. Definição
7.2. Previsão de demanda
7.3. Planejamento mestre
7.4. Programação e sequenciamento da produção
7.4.1. Setup
7.4.2. Maximização
7.4.3. Balanceamento de máquinas e equipamentos
7.4.4. Balanceamento de mão de obra
7.4.5. Balanceamento de materiais
7.4.6. Gargalos de produção
7.5. Controle da produção e de materiais
7.6. Sistemas
7.6.1. Planejamento das Necessidades de Materiais (MRP)
7.6.2. Just in time
7.6.3. Kanban
7.6.4. Diagrama de dispersão
7.6.5. Tecnologia de Produção Otimizada (OPT)
7.7. Softwares específicos
8. Plano de Controle da Qualidade
8.1. Definição
8.2. Parâmetros de tolerância
8.3. Determinação de
8.3.1. Ensaios e testes
8.3.2. Amostragem
8.3.3. Corpos de prova
8.3.4. Periodicidade
8.3.5. Normas e procedimentos
9. Produtividade
10. Tipos de manutenção
10.1. Preventiva
10.2. Preditiva
10.3. Corretiva Manutenção Produtiva Total (TPM) 1. Avaliação de desempenho
1.1. Perfil
1.2. Critérios
1.3. Tipos
2. Conflito
2.1. Definição
2.2. Tipos
2.3. Causas
2.4. Consequências
2.5. Administração
3. Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT)
3.1. Histórico
3.2. Direitos
3.3. Deveres
4. Ferramentas de Gestão
4.1. Diagrama de Pareto
4.2. Diagrama de causa e efeito
4.3. Histogramas
4.4. Falhas de verificação
4.5. Gráfico de dispersão
4.6. Fluxogramas
4.7. Controle Estatístico de Processo (CEP)
4.8. Ciclo PDCA (Planejar, Fazer, Checar, Agir)
5. Liderança
5.1. Percepção
5.2. Diferenças individuais
5.3. Características do líder
5.4. Estilos
5.5. Perfil do líder
6. Motivação
6.1. Ciclo motivacional
6.2. Fatores motivacionais
6.3. Hierarquia de necessidades
7. Relação Fornecedor / Cliente
7.1. Negociação
7.2. Influências na produção
8. Resolução de Problemas
8.1. Análise de problemas e tomada de decisões (APTD)
8.2. Método de análise e solução de problemas
8.3. Identificação de causa e efeito
9. Reuniões
9.1. Planejamento
9.2. Condução
9.3. Avaliação
10. Segurança
10.1. Composição de CIPA
10.2. Combate a incêndios
10.3. Acidentes
11. Trabalho em equipe
11.1. Funções
11.2. Estratégias
12. Visão holística e sistêmica
12.1. Evolução das empresas
12.2. Novas posturas profissionais
12.3. Globalização 1. Condicionamento
1.1. Definição
1.2. Normas
2. Ensaios de Solidez da Cor
2.1. Normas Técnicas
2.2. Regras gerais
2.3. À fricção
2.4. Ao ferro de passar
2.5. À lavagem
2.6. Ao suor
2.7. Ao manchamento por
2.7.1. Água
2.7.2. Álcalis
2.7.3. Ácidos
2.8. À luz
2.9. À sublimação
2.10. À água do mar
2.11. À água de piscina
3. Ensaios em Fibras Têxteis
3.1. Normas Técnicas
3.2. Tipos de Fibras
3.2.1. Naturais (animais, vegetais e minerais)
3.2.2. Químicas (artificiais e sintéticas)
3.3. Tipos de ensaios
3.3.1. Comprimento
3.3.2. Resistência
3.3.3. Finura
3.3.4. Maturidade
3.3.5. Umidade
3.4. Tipos
4. Ensaios em Fios Têxteis
4.1. Normas Técnicas
4.2. Título
4.3. Torção
4.4. Resistência à tração
4.5. Determinação da regularidade de massa
4.6. Determinação do número de filamentos
4.7. Coeficiente de atrito
5. Ensaios em Tecidos e Não tecidos (forma correta)
5.1. Normas Técnicas “Não tecido”)
5.2. Gramatura
5.3. Carga de ruptura e alongamento
5.4. Carga de rasgamento
5.5. Resistência ao pelotamento
5.6. Resistência à abrasão
5.7. Resistência ao estouro
5.8. Estabilidade dimensional
5.9. Hidrofilidade
5.10. Pilling
5.11. Stretch
5.12. Desvio de trama
5.13. Esgarçamento
5.14. Largura
5.15. Título de fio em amostra de tamanho reduzido
6. Instrumentos e Equipamentos
6.1. Tipos
6.2. Ajustes e regulagens
6.3. Aplicação
6.4. Operação
6.5. Softwares Específicos
7. Metrologia
7.1. Definições
7.1.1. Calibração
7.1.2. Amostras
7.1.3. Corpo de provas
7.1.4. Periodicidade

Carga Horária

1540 Horas
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT