telefone(85) 4009.6300
telefone Portal do Cliente

TÉCNICO EM VESTUÁRIO - EAD

Objetivo

Desenvolver no aluno a habilidade de implementar e supervisionar o processo produtivo do vestuário e participar do processo de desenvolvimento do produto, de acordo com os padrões estabelecidos pela empresa, seguindo normas técnicas, de saúde e segurança do trabalho, princípios de gestão da qualidade e de preservação ambiental.

Pré-requisito

Para realizar a matrícula, o interessado deverá:
- ter concluído o Ensino médio ou estar cursando no mínimo o 2º ano do ensino médio;
- ter disponibilidade para participar dos encontros presenciais, aulas práticas em laboratório ou visitas técnicas;
- ter acesso a computador e Internet.

A matrícula poderá ser efetivada por interessados (ou responsável legal) com a apresentação de cópias dos seguintes documentos:
- histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou declaração da escola comprovando que o aluno está devidamente matriculado e frequentando regularmente, no mínimo, o 2º ano do ensino médio;
- carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação;
- cadastro de pessoa física – CPF;
- comprovante de residência;
- duas fotos 3X4 atualizadas.

Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

1. Pesquisa
1.1. Definição
1.2. Fontes
1.2.1. Mídia impressa
1.2.2. Mídia eletrônica
1.2.3. Recursos de internet
1.3. Delimitação de temas
1.4. Resumo de texto
2. Comunicação
2.1. Processo
2.1.1. Emissor
2.1.2. Receptor
2.1.3. Referente
2.1.4. Mensagem
2.1.5. Canal
2.1.6. Código
2.1.7. Feedback
2.2. Níveis de fala
2.2.1. Gíria
2.2.2. Linguagem coloquial
2.2.3. Língua padrão
3. Técnica de Intelecção de Texto
3.1. Temática
3.2. Interpretativa
3.3. Análise textual
4. Parágrafo
4.1. Estrutura interna
4.2. Unidade interna
4.3. Tipos
5. Dissertação
5.1. Estrutura
5.2. Argumentação
6. Relatório Técnico
6.1. Tipos
6.2. Estrutura
7. Editor de Texto
7.1. Digitação de textos
7.2. Inserções
7.3. Formatação
7.4. Impressão de arquivos
8. Descrição
8.1. Objeto
8.2. Processo
8.3. Ambiente
9. Apresentação de Trabalhos
9.1. Postura
9.2. Linguagem
9.3. Aplicativos para apresentação
9.3.1. Ferramentas
9.4. Menus
9.5. Importância da disseminação de conhecimentos
9.6. O trabalho colaborativo
9.7. Realizar pesquisas, individual e em grupo, organizando as apresentações
9.8. Leitura e interpretação de textos técnicos 1. Antropometria aplicada ao vesturio:
1.1. Definição
1.2. Partes do corpo e suas relações:
1.3. Masculino
1.4. Feminino
1.5. Infantil
2. Técnicas de modelagem manual:
2.1. Moulage/draping
2.2. Plana
2.3. Tabelas de medidas
3. Tipos de modelagem:
3.1. Feminina
3.2. Masculina
3.3. Infantil
3.4. Alfaiataria
3.5. Modelagem moda íntima e moda praia
4. Graduação de moldes
4.1. Ampliação
4.2. Redução de moldes
5. Técnicas de Interpretação:
5.1. Simetria
5.2. Assimetria
5.3. Construção
5.4. Desconstrução
5.5. Processo de Adaptação de modelos:
6. Preparação dos moldes para o corte:
6.1. Acréscimo de margens de costura e folga de vestibilidade
6.2. Marcação de fio, piques e furos
6.3. Identificação dos moldes
7. Protótipo (estudo de volume):
7.1. Testes de preparação
7.2. Correções e ajustes
7.3. Análise final do protótipo
7.4. Destinação de resíduos sólidos
8. Tecido:
8.1. Definição
8.2. Composição
8.3. Tipos e Estruturas
9. Peça-piloto:
9.1. Definição
9.2. Etapas da confecção:
9.3. Encaixe
9.4. Risco
9.5. Corte
9.6. Costura
9.7. Acabamentos
10. Elaboração da ficha técnica
11. Destinação de resíduos sólidos
12. Preparação dos moldes para o corte 1. Desenho técnico de moda, manual e informatizado
2. Desenho de moda, manual e informatizado
3. Normas técnicas aplicadas ao desenho
4. Leiaute e croqui de ambientes:
4.1. Definição
4.2. Tipos
4.3. Simbologia
4.4. Representação
5. Conceito de moda como produção estética para análise da moda e de seus criadores
6. A moda do século XVIII, XIX e século XX
7. Movimentos que influenciaram a moda
8. Mercado da moda contemporânea
9. Panorama da cadeia produtiva na moda
10. Pesquisa: a moda do século XVIII, XIX e século XX 1. Tipos de fibras
2. Características de tecidos e não tecidos
3. Características de linhas e fios e suas aplicações
4. Métodos e técnicas de beneficiamento (acabamento, estamparia, lavagem e bordado)
5. Relação entre tipos de agulhas, linhas e tecidos e regulagem da máquina
6. Tecidos inteligentes, funcionais, naturais e sintéticos
7. Indústria têxtil e sustentabilidade
8. Inovação em fibras, fios, linhas e tecidos
9. Evolução das fibras têxteis
10. Pesquisa em tecnologia têxtil
10.1 Abordagem sobre sustentabilidade 1. Processo de Corte
2. Encaixes:
2.1. Definição
2.2. Critérios:
2.3. Características da modelagem,
2.4. Número de peças a serem cortadas
2.5. Aproveitamento da matéria-prima
2.6. Tipos de corte
2.7. Padronagem do tecido: Listras, Xadrez,
2.8. Tonalidade, Brilho, Estampas
3. Enfesto:
3.1. Definição
3.2. Características:
3.3. Par
3.4. Ímpar
3.5. Par e ímpar
3.6. Com sentido obrigatório do tecido
3.7. Com sentido obrigatório por tamanho
3.8. Sem sentido obrigatório
3.9. Zigue-Zague
3.10. Folha à folha
3.11. Escada
3.12. Modo de execução:
3.13. Manual
3.14. Mecânico
3.15. Automatizado
3.16. Capacidade de corte da máquina
4. Risco Marcador:
4.1. Definição
4.2. Modo de execução:
4.3. Manual
4.4. Automatizado
5. Equipamentos de corte:
5.1. Máquinas:
5.2. Enfestadeira
5.3. Furador rotativo
5.4. Faca Vertical
5.5. Serra de Fita
5.6. Faca Circular
5.7. Máquina para cortar galão (viés)
5.8. Máquina de corte automatizado
5.9. Tesoura elétrica de corte manual
5.10. Instrumentos e Ferramentas:
5.11. Régua de aço
5.12. Régua T
5.13. Fita métrica
5.14. Grampos para enfesto
5.15. Tesoura
5.16. Barra alinhadora
5.17. Garra
5.18. Mesa de Corte
5.19. Balança de precisão
5.20. Etiquetadora
6. Cálculo aplicado ao corte:
6.1. Perímetro
6.2. Área
6.3. Razão e proporção
6.4. Regra de três
6.5. Massa
6.6. Comprimento
6.7. Volume
6.8. Gramatura
7. Ordem de corte:
7.1. Definição
7.2. Finalidade
7.3. Características
7.4. Consumo real
7.5. Desperdício
8. Expedição de Peças Cortadas:
8.1. Etiquetagem:
8.2. Tamanho
8.3. Cor
8.4. Tonalidade
8.5. Modelo
8.6. Registros:
8.7. Internos
8.8. Externos
8.9. Acondicionamento do lote:
8.10. Matéria-prima
8.11. Quantidade de peças
8.12. Meios de transporte
9. Segurança e saúde ocupacional no trabalho:
9.1. Equipamento de proteção individual - EPI
9.2. Protetor auricular
9.3. Luva de malha de aço
9.4. Óculos de segurança
9.5. Máscara de proteção
9.6. Calçado de segurança
9.7. Touca para cabelo
9.8. Condições Ergonômicas
9.9. Prevenção de doenças relacionadas ao trabalho - DORT 1. Tipos
1.1. Convencional
1.2. Mecânica
1.3. Automática
2. Passadoria
2.1. Definição
2.2. Técnicas
3. Máquinas de costura:
3.1. Tipos e finalidades: convencionais, especiais
3.2. Passamento de linha
3.3. Carregamento de bobinas
3.4. Controle do pedal
3.5. Aparelhos e acessórios: tipos, finalidades
3.6. Pontos de costura: Aplicações, Regulagem de ponto
3.7. Agulhas: classificação, aplicabilidade
3.8. Aviamentos e acessórios de costura: características e aplicabilidade de linhas, fios, zíperes, botões, fivelas, passamanaria, elásticos, entretelas, aplicações, velcro, vieses
3.9. Controle da manutenção de máquinas
3.10. Tipos e aplicabilidade: retas, paralelas, curvas, paradas em pontos determinados, arremates, pespontos, união de piques, união em curvas, à francesa, rebatida, à inglesa
3.11. Métodos de montagem e acabamento:
3.12. Aspectos qualitativos na costura: Uniformidade, Medidas, Simetria, Resistência
3.13. Regulagem de pontos, ensaio de costurabilidade
3.14. Destinação de resíduos sólidos
4. Formas de movimentação do produto em processo:
4.1. Racionalização dos espaços
4.2. 5 S
4.3. Métodos de montagem e acabamento 1. Modelagem e encaixe no computador
2. Estudos de enfesto
3. Dimensionamento de moldes
4. Utilização de escalas
5. Comandos de impressão
6. Geração de planilha de rendimento
7. Registro técnico das modificações de encaixes e moldes
7.1 Organização de pastas
7.2 Catalogação das referências 1. Terminologia técnica
1.1. Cronômetros: centesimal, sexagesimal
1.2. Tomada de tempo
2. Estudos de tempos e movimentos
3. Cronometragem:
3.1. Definição
3.2. Tipos:
3.3. Contínua
3.4. Acumulada
3.5. Repetitiva
4. Cronoanálise:
4.1. Estudo do posto de trabalho em função da economia de movimentos e das operações
5. Avaliação de ritmo:
5.1. Definição
5.2. Finalidade
5.3. Regularidade
5.4. Esforço
5.5. Condições
5.6. Habilidade
6. Níveis de complexidade de operações em função de:
6.1. Matéria- prima
6.2. Produto
6.3. Tomada de tempo
6.4. Cronoanálise
6.5. Avaliação de ritmo:
6.6. Níveis de complexidade de operações
6.7. Resíduo 1. Liderança
1.1. Estilos
1.2. Teorias
1.3. Implicações organizacionais
1.4. Liderança e chefia
2. Motivação
2.1. Definição
2.2. Esquema:
2.2.1. Básico
2.2.2. Compensativo
2.2.3. Sublimativo
2.2.4. Frustrativo
2.3. Modelos:
2.3.1. Tradicionais
2.3.2. Contemporâneos
2.4. Implicações organizacionais
3. Negociação
3.1. Clientes:
3.1.1. Internos
3.1.2. Externos
3.2. Métodos e técnicas
4. Comunicação
4.1. Tipos
4.1.1. Verbal
4.1.2. Não verbal
4.1.3. Escrita
4.2. Condução de reuniões de:
4.2.1. Trabalho
4.2.2. Comunicação
4.2.3. Cerimoniais
5. Trabalho em equipe
5.1. Definição
5.2. Equipe e grupo
5.2.1. Estilos
5.2.2. Formas de constituição
5.2.3. Competências essenciais
6. Tomada de decisão
6.1. Racional
6.2. Racionalidade demarcada
6.3. Intuitivo
6.4. Ética e tomada de decisão
6.5. Criatividade e tomada de decisão
7. Treinamento e Desenvolvimento
7.1. Definição
7.2. Modelos
7.3. Modalidades:
7.3.1. Treinamento
7.3.2. Capacitação
7.3.3. Desenvolvimento gerencial
7.3.4. Desenvolvimento de espelhos
7.3.5. Desenvolvimento de processos
7.3.6. Comunidades de práticas
7.3.7. Educação corporativa
7.4. Fases de um programa:
7.4.1. Diagnóstico das necessidades
7.4.2. Planejamento das ofertas
7.4.3. Identificação de fornecedores internos e externos
7.4.4. Logística do programa
7.4.5. Divulgação
7.4.6. Recepção
7.4.7. Pré-teste
7.4.8. Execução
7.4.9. Pós-teste
7.4.10. Pós-teste postergado
7.4.11. Avaliação do programa
8. Administração de Conflitos
8.1. Diagnóstico
8.2. Técnicas
8.3. Coordenação
9. Visão holística e sistêmica
9.1. Novas posturas profissionais
9.1.1. Funções autogerenciáveis
9.1.2. Iniciativa
9.1.3. Flexibilidade
9.1.4. Objetividade
9.1.5. Empatia
9.1.6. Autocontrole
9.1.7. Proatividade
9.2. Evolução das relações humanas nas organizações
9.3. Globalização:
9.3.1. Abertura de mercado
9.3.2. Difusão de informações
9.3.3. Novas tecnologias
10. Percepção:
10.1. Definição
10.2. Teorias e modelos
10.3. Atalhos de julgamento
10.4. Implicações no mundo do trabalho
11. Diversidade no Trabalho:
11.1. Condições de inclusão
11.2. Mobilidade
11.3. Acessibilidade
11.4. Bulling;
11.5. Assédio moral
11.6. Assédio sexual
11.7. Implicações éticas e legais
11.8. Código de conduta
12. Qualidade de Vida, Higiene e Segurança no Trabalho:
12.1. Qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho
12.2. Qualidade de vida no trabalho e condições de vida no trabalho
12.3. Higiene no trabalho
12.4. Segurança no trabalho
12.5. Implicações:
12.5.1. Organizacionais
12.5.2. Legais
12.6. Normas regulamentadoras
13. Avaliação de desempenho e potencial:
13.1. Definições
13.2. Métodos
13.3. Técnicas
13.4. Instrumentos
13.5. Feedback
13.6. Implicações:
13.6.1. Organizacionais
13.6.2. Legais
13.7. Clima organizacional
13.8. Realocação interna e externa
13.9. Programas de treinamento em função da avaliação
13.10. Implicações no plano de carreiras 1. Planejamento
1.1. Definição
2. Manutenção
2.1. Definição
2.2. Tipos: corretiva, preventiva, preditiva
2.3. Benefícios: segurança, confiabilidade, custo
2.4. Tempo de vida
3. Ferramentas
3.1. Gráficos estatísticos
3.2. Cronogramas
3.3. Softwares dedicados
3.4. Fatores determinantes: coleção, previsão de vendas, recursos financeiros, viabilidade produtiva do modelo
4. Programação da Produção
4.1. Administração de estoques: lote econômico, lote de segurança, ponto de pedido, curva ABC, ficha detalhada do produto: entrada e saída do estoque
4.2. Sistemas informatizados
4.3. Sequenciamento da Produção: PEPS - Primeiro que entra, primeiro que sai, MDE - Menor data de entrega, IPI - Índice de Prioridade, MTP - Menor tempo de processamento, IFA - Índice de falta, ICR - Índice crítico, IFO - Índice de folga, Ordem de Produção, Ordem de Compra, Ordem de Montagem, Ordem de Fabricação
5. Logística
5.1. Armazenagem: definição, insumos, produto acabado, itens de manutenção
5.2. Tipos de armazenagem: por códigos, por disponibilidade de espaço, por frequência de movimentação
5.3. Acondicionamento: caixas, prateleiras, cabides, pallets
5.4. Movimentação de materiais e produtos: carrinhos, empilhadeiras, esteiras, elevadores, rampa, sistema automatizado
5.5. Embalagem e expedição dos produtos acabados: definição, etiquetagem, acondicionamento, separação de pedidos, registros, relatórios
5.6. Terceirização na área do vestuário: definição, tipos de serviços (pilotagem, modelagem, corte, costura, lavanderia, bordado, estamparia, acabamento)
5.7. Planejamento do controle ambiental na área do vestuário: impactos ambientais
5.8. Programas (coleta seletiva, reciclagem de materiais, reuso de materiais, descarte de resíduos Sistema de gerenciamento ambiental e NBR - ISO 14000
6. Planejamento mestre (tático) da produção:
6.1. Definição
7. Sistemas de Produção na Costura:
7.1. Definição
7.2. Tipos:
7.2.1. Individual
7.2.2. Em linha
7.2.3. Em Célula
7.2.4. Misto
7.3. Posição do operador no processo de costura:
7.4. Em pé
7.4.1. Sentado
7.4.2. Alternado
7.5. Formas de movimentação do produto em processo:
7.5.1. Convencional
7.5.2. Aéreo
7.5.3. Esteira
7.6. Organização do posto de trabalho:
7.6.1. Racionalização dos espaços
7.6.2. 5 S
7.7. Tipos de lideres 1. Custos
1.1 Definição
1.2 Preço de venda
1.3 Terminologia
1.4 Classificação: direto, indireto, fixo, variável
1.5 Cálculo de custo unitário
1.6 Bases de rateio
1.7 Ponto de equilíbrio
1.8 Margem de contribuição
1.9 Taxa de marcação: impostos, lucro, pró-labore, demonstração financeira: custo dos produtos vendidos - CPV 1. Planejamento do projeto
1.1. Proposição do objetivo
1.2. Análise de dados
1.3. Determinação do custo do projeto
1.4. Coleta de dados: fontes de pesquisa e registro das informações
1.5. Elaboração de cronograma de desenvolvimento: etapas de execução e etapas de ajuste
1.6. Previsão de recursos: técnicos e/ ou tecnológicos, humanos e materiais
1.7. Definição de critérios técnicos de avaliação do protótipo, produto ou sistematização de resultados, relativos a: aplicação de normas, processos de fabricação, manutenção, segurança, tecnologia aplicada, impactos ambientais, adoção e utilização de procedimentos da qualidade e determinação do alcance dos objetivos propostos para o projeto
2. Apresentação do projeto
2.1. Identificação de recursos necessários
2.2. Recursos
2.3. Técnicas de apresentação: seleção, utilização e técnicas
2.4. Definição da programação: tempo disponível, local e participantes
2.5. Gestão de equipes
2.6. Projeto e empreendedorismo
3. Desenvolvimento do projeto
3.1. Avaliação do projeto
3.2. Elaboração de documentação técnica do projeto, incluindo relatório
3.3. Alocação de recursos para execução: técnicos e/ou tecnológicos, humanos e materiais
3.4. Execução: construção de protótipos, produtos e/ ou sistematização de resultados, testes e simulações, proposição de melhorias
4. Projeto
4.1. Concepção
4.2. Definição do produto
4.3. Características: inovação e melhoria
4.4. Análise da viabilidade: funcional, técnica e econômica 1. Sistemas de Gestão da Qualidade
1.1. Definição
1.2. Aplicabilidade
1.3. Melhoria contínua
1.4. Normas: Padronização, Procedimentos
1.5. Excelência no atendimento
2. Gestão da produção
2.1. Definição
2.2. Parâmetros: adequação ao protótipo, quantidade, qualidade, prazo, custos, flexibilidade, agilidade
2.3. Ferramentas: Gráfico de Gantt; Controle Estatístico do Processo; Metodologia de Análise e Solução de Problemas Atendimento, Planilhas; Relatórios
2.4. Índice de eficiência de: produção, matéria-prima, mão de obra, máquinas e equipamentos, tempos
2.5. Controle das condições: Ambientais, de saúde e segurança
2.6. Controle da mão de obra: própria, terceirizada
2.7. Qualidade e produtividade efetivas: desperdício, racionalização
2.8. Controle de máquinas e equipamentos: instalações e condições de uso produtividade, manutenção
3. Controle de qualidade da produção:
3.1. Definição
3.2. Métodos: total, por amostragem, por exceção, autocontrole
3.3. Pontos de controle: recebimento dos materiais, corte, costura, acabamento

Carga Horária

1400 Horas
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT