telefone(85) 4009.6300
telefone Portal do Cliente

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL EM POLÍMEROS

Objetivo

Contribuir para formação de profissionais que atuam na área de polímeros, sobretudo na fabricação de produtos em plástico, borrachas e metais. Onde esses profissionais preparam matérias-primas, máquinas e moldes para fabricação dos produtos, abastecem linha de produção. Auxiliam na alimentação de máquina automática no processo produtivo. Apontam a produção, acompanham atividades de produção, conferem cargas e verificam documentação. Preenchem relatórios, guias, boletins. Auxiliam no controle da movimentação de carga e descarga, respeitando as normas e procedimentos técnicos, de qualidade, segurança e meio ambiente.

Pré-requisito

Os candidatos ao curso devem:
- Possuir entre 18 (até o ato da matrícula) e 24 anos (até o término do curso);
- Ter concluído a 6 série do ensino fundamental;
- Caso o aprendiz seja pessoa com deficiência, não haverá limite máximo de idade para a contratação (art. 428, § 5º, da CLT);
- Observar o Decreto nº 5.598, de 1º de dezembro de 2005 e Portaria nº 20, de 13 de setembro de 2001-Anexo I -Quadro descritivo dos locais e serviços considerados perigosos ou insalubres para menores de 18 (dezoito) anos.
- Ser aprovado no processo de seleção organizado pela Empresa.

Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

1 Elementos da comunicação: emissor, mensagem, canal e receptor
2 Estrutura de frases e parágrafos
3 Produção textual: descrição, narração e dissertação
4 Gramática aplicada ao texto
5 Técnicas de argumentação
6 Interpretação de texto: informativos (jornalísticos e técnicos); literários
7 Produção de texto: relatórios, atas, cartas comerciais
8 Documentação Técnica
8.1 Conceito
8.2 Documentos técnicos aplicáveis à produção: tipos, características e finalidades.
8.3 Tipos de informações
8.4 Formas de apresentação de dados e informações
8.5 Responsabilidades dos usuários
9 Pesquisa: bibliográfica; em publicações eletrônicas; de campo
10 Apresentação de resultados de pesquisas
10.1 Tema
10.2 Objetivo
10.3 Apresentação
10.4 Método utilizado
10.5 Desenvolvimento e análise das informações
10.6 Síntese das Informações
10.7 Citação
10.8 Referências Bibliográficas (fontes de consulta)
11 Sistema operacional
11.1 Fundamentos e funções
11.2 Barra de ferramentas
11.3 Utilização de Acessórios
11.4 Criação de diretórios
11.5 Pesquisa de arquivos e diretórios
11.6 Área de trabalho
11.7 Criação de atalhos
11.8 Ferramentas de sistemas
11.9 Compactação
12 Editor de Textos
12.1 Tipos
12.2 Formatação
12.3 Configuração de páginas
12.4 Importação de figuras e objetos
12.5 Inserção de tabelas e gráficos
12.6 Arquivamentos
12.7 Controles de exibição
12.8 Correção ortográfica e dicionário
12.9 Quebra de páginas
12.10 Recuo
12.11 Tabulação
12.12 Parágrafos
12.13 Espaçamentos e margens.
12.14 Marcadores e numeradores
12.15 Bordas e sombreamento
12.16 Colunas
12.17 Ferramentas de desenho
13 Internet
13.1 Normas de uso
13.2 Navegadores
13.3 Sites de busca
13.4 Download e gravação de arquivos
13.5 Correio eletrônico
13.6 Direitos autorais (citação de fontes de consulta) 1. Formação do Povo Brasileiro
1.1. Colonizadores (Europeus)
1.2.Primitivos (Índios)
1.3.Escravos (Africanos)
1.4.Imigrantes (Italianos, Japoneses, Alemães, Poloneses, Árabes, entre outros).
2. Diversidade Cultural
2.1. Tipos de culturas (Africana, indígena, popular, brasileira, .)
2.2. Diferenças culturais (linguagem, vestimenta, culinária, religião, arte, dança, tradições,...)
3. Cultura e Trabalho
3.1. História e a cultura do trabalho no Brasil
3.2. A relação da cultura local com a organização do trabalho.
4. Composição do Território Nacional
4.1. Região Nordeste: especificidades climáticas, econômicas, sociais e culturais;
4.2. Região Norte: especificidades climáticas, econômicas, sociais e culturais;
4.3. Região Centro-Oeste: especificidades climáticas, econômicas, sociais e culturais;
4.4. Região Sudeste: especificidades climáticas, econômicas, sociais e culturais;
4.5. Região Sul: especificidades climáticas, econômicas, sociais e culturais.
5. Características da área ocupacional
5.1. (ocupação de que trata o curso) na sua região: demanda de trabalhadores; perfil profissional da ocupação; oportunidades de ascensão profissional, ...
6. Ética
6.1. Código de conduta
6.2. Respeito às individualidades pessoais
6.3. Ética nas relações interpessoais.
6.4. Ética nos relacionamentos profissionais
6.5. Ética no desenvolvimento das atividades profissionais.
7. Habilidades básicas do relacionamento interpessoal
7.1. Respeito
7.2. Cordialidade
7.3. Disciplina
7.4. Empatia
7.5. Responsabilidade
7.6. Comunicação
7.7. Cooperação
8. Ética
8.1. Código de ética profissional
8.2. Senso moral
8.3. Consciência moral
8.4. Cultura, história e dilema
8.5. Cidadania
8.6. Comportamento social
8.7. Direitos e deveres individuais e coletivas
8.8. Valores pessoais e universais
8.9. O impacto da falta de ética ao país: pirataria, impostos.
9. Ética profissional
10. Virtudes profissionais: conceitos e valor
10.1. Responsabilidade
10.2. Iniciativa
10.3. Honestidade
10.4. Sigilo
10.5. Prudência
10.6. Perseverança
10.7. Imparcialidade
11. Direitos Humanos
11.1. Conceito
11.2. Declaração universal dos direitos humanos
11.3. Código de direitos humanos (conceito, aplicação)
11.4. Violência (com origem no assédio e discriminação)
11.5. Estatuto de igualdade racial (diferença entre raça e etnia e suas peculiaridades).
11.6. Estatuto do idoso
11.7. Orientação sexual (Identidade, ...)
11.8. Assédio e Discriminação: efeitos psicológicos, sociais e legais; impactos no trabalho; políticas públicas de prevenção
11.9. Credo religioso: religiões, seitas, ... - conceitos básicos
11.10. Opinião política conceito, liberdade de opinião, conhecimentos gerais, ...
12. Noções de direitos trabalhistas
12.1. Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) (Conceito)
13. Contrato individual de trabalho
13.1. Conceito
13.2. Elementos (agente capaz, objeto lícito e forma prescrita ou não defesa, ou seja não proibida em lei)
13.3. Salário (piso salarial, salário-maternidade, salário família, ...)
13.4. Licença paternidade
13.5. Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)
14. Jornada de Trabalho (limitação do tempo de trabalho
14.1. Constituição / CLT, horas extras, trabalho noturno, repouso semanal, férias remuneradas, coletivas, ...)
15. Sujeitos do contrato
15.1. Empregado (em domicílio, aprendiz, doméstico, rural, público, mãe social, estagiário, ...)
15.2. Empregador
16. Dissolução do contrato de trabalho (Resilição, Resolução, Recisão,...)
17. Aviso Prévio
18. Noções de direitos previdenciários
19. A previdência social
19.1. Organização (forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial)
20. Atendimento
20.1. I cobertura de eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada
20.2. II proteção à maternidade, especialmente à gestante
20.3. III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário
20.4. IV salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; e
20.5. V pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes
21. Legislação Previdenciária
21.1. Conteúdo (o campo de aplicação, a organização, o custeio e as prestações)
21.2. Fontes do direito previdenciário (fontes diretas ou imediatas e fontes indiretas ou mediatas)
22. Noções de direitos previdenciários
23. A previdência social
23.1. Organização (forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial)
24. Atendimento
24.1. I cobertura de eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada
24.2. II proteção à maternidade, especialmente à gestante
24.3. III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário
24.4. IV salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; e
24.5. V pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes.
25. Legislação Previdenciária
25.1. Conteúdo (o campo de aplicação, a organização, o custeio e as prestações)
25.2. Fontes do direito previdenciário (fontes diretas ou imediatas e fontes indiretas ou mediatas)
25.3. Instituto Nacional de Seguro Social - INSS (conceito, objetivo)
26. Cadastro Nacional de Informações Sociais - CNIS
26.1. Conceito
26.2. Aplicação
27. Saúde e Segurança no Trabalho
27.1. Prevenção
27.2. Higiene (bucal, pessoal, dos alimentos, da água)
27.3. Vacinas (tipos e aplicações)
28. Saúde ocupacional
28.1. Conceito
28.2. Exposição ao risco
29. Segurança no Trabalho
29.1. Conceito
29.2. Procedimentos de segurança no trabalho
29.3. Normas de Segurança do Trabalho (Regulamentadoras, OHSAS 18001 - conceitos e aplicações)
29.4. Comportamento seguro
29.5. Qualidade de vida no trabalho: cuidados com a saúde, administração de stress, ...
29.6. Acidentes de trabalho: conceitos, tipos e características
29.7. Agentes agressores à saúde: físicos, químicos e biológicos
29.8. Equipamentos de proteção individual e coletiva: tipos e funções
29.9. Normas básicas de segurança
30. Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA
30.1. Conceito (Estatuto, criança, adolescente)
30.2. Características do ECA
30.3. Conselho Tutelar: Constituição; Atribuições
31. Medidas aplicadas ao adolescente na prática do ato infracional pela autoridade competente
31.1. Advertência
31.2. Obrigação de reparar o dano
31.3. Prestação de serviços à comunidade
31.4. Liberdade assistida
31.5. Inserção em regime de semiliberdade
31.6. Internação em estabelecimento educacional
32. Políticas de Segurança
32.1. Fatores de risco (vulnerabilidade, maus tratos , discriminação,...)
32.2 Segurança pública (políticas, participação e responsabilidades)
32.3. Plano Nacional de Segurança Pública (PNSP Pressupostos básicos) 1. Segurança no Trabalho:
1.1 Acidentes de trabalho: conceitos, tipos e características
1.2 Agentes agressores à saúde: físicos, químicos e biológicos
1.3 Equipamentos de proteção individual e coletiva: tipos e funções
1.4 Normas básicas de segurança
2. Orientações de prevenção de acidentes:
2.1 Mapa de riscos (Finalidades);
2.2 Inspeções de segurança
2.3 Sinalizações de segurança
2.4 Prevenção e combate a incêndio: Conceito e importância de PPCI
2.5 PPRA: (Conceito, finalidades)
3. Qualidade Ambiental:
3.1 Homem e o meio ambiente
3.2 Prevenção à poluição ambiental
3.3 Aquecimento global
3.4 Descarte de resíduos
3.5 Reciclagem de resíduos
3.6 Uso racional de Recursos e Energias disponíveis
3.7 Energias renováveis
4. Segurança no trabalho:
4.1 Comportamento seguro
4.2 Qualidade de vida no trabalho: cuidados com a saúde, administração de stress
4.3 Procedimentos de segurança no trabalho
4.4 Normas de Segurança do Trabalho (Regulamentadoras, OHSAS 18001 - conceitos e aplicações)
5. Saúde ocupacional:
5.1 Conceito
5.2 Exposição ao risco
6. Meio ambiente e sustentabilidade
6.1 Responsabilidades socioambientais
6.2 Políticas públicas ambientais
6.3 A indústria e o meio ambiente
7. Álcool, tabaco e outras drogas
7.1 Características
7.2 Principais efeitos maléficos sobre a saúde das pessoas
8. Programas de prevenção
8.1 Tipos
8.2 Importância
8.3 Funcionamento
9. Dependência Química
9.1 Tipos
9.2 Consequências
9.3 Tratamento
10. Dependência Química x Trabalho
10.1 Impactos no desempenho profissional
10.2 Exposição a riscos
10.3 Impactos na vida pessoal, familiar, profissional e social
11. O homem como ser social: direitos e deveres
12. Temas associados à saúde sexual
12.1 Respeito às individualidades da pessoa
12.2 Saúde sexual e reprodutiva: conceitos e implicações
12.3 Combate à violência sexual baseada em questões de gênero
12.4 Violência sexual: causas, consequências e implicações legais
13. Educação Sexual
13.1 Promoção da educação sexual
13.2 Promoção dos cuidados de saúde perinatais
13.3 DSTs e AIDS
13.4 Direito de escolha (contracepção)
13.5 Direito de respeito (identidade sexual) 1. Conceitos de organização e disciplina no trabalho
1.1 Organização do Tempo
1.2 Organização de Compromissos
1.3 Organização de Atividades
1.4 A organização do local de trabalho
2. Organização do trabalho
2.1 Estruturas hierárquicas
2.2 Sistemas administrativos
2.3 Gestão organizacional
3. Trabalho e profissionalismo
3.1 Administração do tempo
3.2 Autonomia e iniciativa
3.3 Inovação, flexibilidade e tecnologia
4. Diretrizes empresariais
4.1 Missão
4.2 Visão
4.3 Política da Qualidade
5. Conceitos de grupo e equipe
6. Trabalho em equipe
6.1 Trabalho em grupo
6.2 O relacionamento com os colegas de equipe
6.3 Responsabilidades individuais e Coletivas
6.4 Cooperação
6.5 Divisão de papéis e responsabilidades
6.6 Compromisso com objetivos e Metas
7. Comportamento e equipes de trabalho
7.1 O homem como ser social
7.2 O papel das normas de convivência em grupos sociais
7.3 A influência do ambiente de trabalho no comportamento
7.4 Fatores de satisfação no trabalho
8. Conflitos nas equipes de trabalho
8.1 Tipos
8.2 Características
8.3 Fatores internos e externos
8.4 Causas
8.5 Consequências
9. A relação com o líder
9.1 Estilos de liderança: democrático, centralizador e liberal
9.2 Papéis do líder
9.3 Como apresentar críticas e sugestões
10. Controle emocional no trabalho
10.1 Perceber e expressar emoções no trabalho
10.2 Fatores internos e externos que nfluenciam as emoções no trabalho
11. Trabalho em equipe
11.1 Níveis de autonomia nas equipes de trabalho
11.2 Cooperação
11.3 Ajustes interpessoais
12. Organograma
13. Planejamento
13.1 Organização pessoal: horários, hábitos, rotinas, tempo, orçamento
13.2 Conceito de planejamento
13.3 Técnicas e ferramentas de Planejamento
14. Qualidade
14.1 Conceito
14.2 Aplicação
15. Qualidade Total
15.1 Conceito
15.2 Eficiência
15.3 Eficácia
15.4 Melhoria Contínua

16. Ferramentas da Qualidade
16.1 5 S
16.2 Ciclo PDCA
16.3 Brainstorming
17. Ferramentas da Qualidade
17.1 Análise e Solução de Problemas
17.2 Diagrama de Pareto
17.3 Espinha de Peixe
18 Iniciativa
18.1 Conceito
18.2 Importância, valor no trabalho
18.3 Formas de demonstrar iniciativa
18.4 Consequências favoráveis e desfavoráveis da iniciativa no trabalho
19. Formas alternativas de geração de trabalho
19.1 Política Nacional da Juventude (diretrizes e perspectivas)
19.2 Programas de geração de renda (Pró-jovem, Aprendizagem profissional, estágios profissionalizantes, capacitações)
20. Pesquisa
20.1 Tipos: bibliográfica, de campo, laboratorial, acadêmica
20.2 Características
20.3 Métodos
20.4 Fontes
20.5 Estruturação
20.6 Anterioridade
20.7 Propriedade intelectual
21. Inovação
21.1 Conceito
21.2 Inovação x melhoria
21.3 Visão inovadora
22. Empreendedorismo
22.1 Conceitos básicos
22.2 Espírito empreendedor
23. Desenvolvimento profissional
23.1 Planejamento Profissional: ascensão profissional, formação profissional, investimento educacional
23.2 Empregabilidade
24. Empreendedorismo
24.1 Etapas da constituição de um negócio
24.2 Órgãos de fomento
25. Autoempreendedorismo
25.1 Características empreendedoras
25.2 Atitudes empreendedoras
25.3 Autorresponsabilidade e empreendedorismo
25.4 A construção da missão pessoal
25 .5 Valores do empreendedor: Persistência e Comprometimento
25.6 Persuasão e rede de contatos
25.7 Independência e autoconfiança
25.8 Cooperação como ferramenta de desenvolvimento
26. Sistema tributário Brasileiro
26.1 O que é?
26.2 Finalidades
26.3 Importância
27. Esferas administrativas de arrecadação
28. Sistema tributário:
28.1 Tributos federais
28.2 Tributos Estaduais
28.3 Tributos Municipais
28.4 Sistemas de arrecadação: formas e responsabilidades.
28.5 Aplicação de tributos.
29 Educação fiscal
29.1 (PNEF - Programa Nacional de Educação Fiscal (conceito e aplicação)
29.2 Cidadania e sociedade (conceitos e aplicações)
29.3 Prática cidadã e transformação social
29.4 Declaração de Imposto de Renda - restituição e pagamentos
29.5 Lei de responsabilidade fiscal
30. Educação Financeira
30.1 Educação financeira pessoal / familiar (conceito)
30.2 Tomada de decisões
30.3 Consumo: necessidades básicas, apelos comerciais, criação de necessidades, ....)
31. Marketing e Mídia (instrumentos de consumo) 1. Lógica
1.1 Fundamentos básicos: Raciocínio lógico; Proposições; Valor lógico (falso / verdadeiro).
1.2 Princípios Básicos: Princípio da Identidade; Princípio da não contradição; Princípio de Terceiro Excluído.
2. Sequências
2.1 Sequências de figuras
2.2 Sequências de palavras
2.3 Sequências de números
3 Conjuntos
3.1 Conceito
3.2 Propriedades
3.3 Representação
3.4 Conjuntos especiais
3.5 Operações entre conjuntos: Interseção de conjuntos; União de conjuntos; Diferença de conjuntos; Complementar de um conjunto.
4. Frações
4.1 Conceito
4.2 Tipos de frações: Fração própria;
4.3 Fração imprópria;
4.4 Fração aparente;
4.5 Frações equivalentes (simplificar frações);
4.6 Frações decimais;
4.7 Adição e multiplicação de frações.
5. Razões e Proporções
5.1 Razão: Conceito; Tipos (inversas, equivalentes, irredutível);
5.2 Propriedades.
5.3 Proporção: Conceito; Tipos (múltipla, contínua, terceira proporcional, quarta proporcional, grandezas diretamente proporcionais, grandezas inversamente proporcionais
6. Percentagem Conceitos gerais: desconto; abatimento; lucro; prejuízo.
6.1 Razão percentual: conceito
6.2 Representação: forma; percentual; forma fracionária; forma decimal.
7. Correlação
7.1 Conceito
7.2 Aplicação
8. Técnicas de Resolução de Problemas
8.1 Sequência de passos: Detalhar as variáveis do problema; Encontrar possíveis soluções; Escolher a solução adequada; Executar a solução escolhida; Revisar e atualizar os dados
9. Planilhas Eletrônicas
9.1 Funções/finalidades
9.2 Linhas, colunas e endereços de células.
9.3 Formatação de células
9.4 Configuração de páginas
9.5 Inserção de Fórmulas
9.6 Classificação e filtro de dados
10. Gráficos, quadros e tabelas
10.1 Finalidade
10.2 Organização
10.3 Representações gráficas
10.4 Ferramentas computacionais 1. Ordem de Produção
1.1 Conceito
1.2. Estrutura
1.3. Tipos
1.3.1 Produto
1.3.2 Setor
1.3.3. Máquina
1.4. Arquivamento
2. Suprimentos
2.1. Conceito
2.2. Tipos
2.2.1 Matéria Prima
2.2.2 Material em Processo
2.2.3 Material de Consumo
2.2.4 Embalagem
2.3 Características
3. Abastecimento
3.1 Definição
3.2 Importância
3.3 Métodos
3.3.1. Just in Time
3.3.2 Kanban
3.3.3 Supermercado
4. Linha de Produção
4.1 Definição
4.2 Características
4.3 Finalidade
5. Lead Time de suprimento
5.1 Conceito
5.2 Finalidade
5.3. Cálculo de abastecimento
6. Fluxo de processo produtivo
6.1 Definição
6.2. Finalidade
6.3 Ferramentas
6.3.1 Organograma
6.3.2 Fluxograma
6.3.3 Pert CPM
7. Leiaute
7.1 Definição
7.2 Tipos
7.2.1 Fixo
7.2.2 Funcional
7.2.3 Linear
7.2.4 Celular
7.2.5 Híbrido
7.3 Finalidade
8. Procedimentos Internos (4 h )
8.1 Conceito
8.2 Finalidades
8.3.Treinamento
8.4 Tipos
8.5.Penalidades
9. Manual de Operação de Equipamentos
9.1 Conceito
9.2 Finalidade
9.3.Treinamento
10. Recomendações dos Fornecedores
10.1. Especificações dos materiais
10.2. Tipos
10.2.1 Ficha Técnica
10.2.2 Rotulagem
10.2.3 Etiqueta
11. Programação
11.1. Definição
11.2 Finalidade
11.3 Características
11.3.1 Periodicidade
11.3.2 Capacidade produtiva
11.3.3 Insumos necessários
12. Segurança do Trabalho
12.1 Riscos associados ao abastecimento
12.2 Dispositivos de segurança
12.3 Ficha Informação de Segurança de Produtos Químicos
12.4 EPIs e EPCs
12.5 Legislações específicas (Segurança dos Alimentos, Normas Regulamentadoras)
13. Meio Ambiente
13.1 Definição
13.2 Sustentabilidade
13.3 Noções de Sistema de gestão ambiental
14. Qualidade
14.1 Definição
14.2 Finalidade
14.3 Noções de Ferramentas da Qualidade
14.4 Noções de Sistema de Gestão da Qualidade
15 Organização do Tempo
15.1 Organização de Compromissos
15.2 Organização de Atividades
15.3 A organização do local de trabalho
16. Conceitos de grupo e equipe
16.1 Trabalho em equipe
16.2 Trabalho em grupo
16.2 O relacionamento com os colegas de equipe
16.3 Responsabilidades individuais e Coletivas
16.4 Cooperação
16.5 Divisão de papéis e responsabilidades
16.6 Compromisso com objetivos e Metas
17. Ética
17.1. Código de conduta
17.2. Respeito às individualidades pessoais
17.3. Ética nas relações interpessoais.
17.4. Ética nos relacionamentos profissionais
17.5. Ética no desenvolvimento das atividades profissionais. 1. Equipamentos de Movimentação
1.1 Conceito
1.2 Finalidade
1.3.Treinamento
2. Operação de equipamentos manuais de movimentação
3. Procedimentos internos de movimentação
3.1. Sinalizações
3.2. Áreas de circulação de materiais
4. Armazenagem
4.1 Conceito
4.1.1 Armazenagem
4.1.2 Estocagem
4.2 Tipos
4.2.1. Estoque de Material em Processo
4.2.2. Estoque de Matéria Prima
4.2.3. Estoque de Material Acabado
4.2.4 Estoque de Materiais Perigosos
5. Movimentação
5.1 Conceito
5.2 Tipos
5.2.1 Manual
5.2.2 Automatizada
6. Características dimensionais, volumétricas e de peso dos produtos
6.1 Dimensões
6.2 Volume
6.3 Peso
7. Programação de movimentação
7.1. Definição
7.2 Finalidade
7.3 Características
7.3.1 Periodicidade
7.3.2 Capacidade produtiva
7.3.3 Insumos necessários
8. Destinação de materiais e resíduos
8.1 Tipos de depósitos
8.1.1. Depósito de inflamáveis
8.1.2 Câmaras Frias
8.1.3. Depósito de produto acabado
8.1.4. Depósito de resíduos
9. Normas regulamentadoras
9.1 NR-11
9.2 NR-17
10. Resíduos
10.1 Definição
10.2 Classificação
10.3 Destinação
11. Segurança no Trabalho:
11.1 Acidentes de trabalho: conceitos, tipos e características
11.2 Agentes agressores à saúde: físicos, químicos e biológicos
11.3 Equipamentos de proteção individual e coletiva: tipos e funções
11.4 Normas básicas de segurança 1. Postos de trabalho
1.1 Definição
1.2 Tipos
1.3 Atribuições do posto
1.4 Ferramentas,
1.5 Instrumentos,
1.6 Equipamentos
1.7 Utensílios
2. Linhas de Produção
2.1 Definição
2.2 Evolução da produção
2.3 Produção x Produtividade
2.4 Técnicas de Produção
2.4.1 Cronometragem
2.4.2 Cronoanálise
3. Reaproveitamento de materiais
3.1 Definição
3.2 Tipos de retrabalho
4. Boas Práticas de Fabricação
4.1 Definição
4.2 Finalidade
4.3 Requisitos legais
4.4 Procedimentos Operacionais Padronizados
5. Controle da qualidade
5.1 Definição
5.2 Níveis de Qualidade Aceitável
5.2.1 Produtos conforme
5.2.2 Produtos não-conforme
5.3 Custos da qualidade
5.4 Amostragem
5.5 Padrões de Qualidade
5.6 Padrões de Identidade
6. Virtudes profissionais: conceitos e valor
6.1. Responsabilidade
6.2. Iniciativa
6.3. Honestidade
6.4. Sigilo
6.5. Prudência
6.6. Perseverança
6.7. Imparcialidade 1. Unidades de medida
1.1. Comprimento
1.2. Área
1.3. Volume
2. Conversão de unidades
3. Operações com números decimais e fracionários
4. Instrumentos de medida
4.1. Escala
4.2. Paquímetro
4.3. Micrômetro
5. Cuidados no manuseio e guarda dos instrumentos
5.1. Figuras geométricas
5.2. Perspectiva isométrica
5.3. Projeções ortográficas
5.4. Simbologias de tolerância
5.5. Cotagem
5.6. Escalas 1. Materiais termoplásticos
1.1. Histórico dos plásticos
1.2. Fontes de matérias- primas
1.3. Indústria petroquímica
1.4. Obtenção dos termoplásticos:
1.4.1. Monômero,
1.4.2. Polímero,
1.4.3. Polimerização e copolimerização,
1.4.4. Peso molecula,
1.4.5. Densidade dos materiais,
1.4.6. Nomenclatura dos polímeros,
1.4.7. Abreviatura dos polímeros,
1.4.8. Folha de dados das matérias-primas
1.5. Classificação:
1.5.1.Termoplásticos e termofixos,
1.5.2. Homopolímeros e copolímeros,
1.5.3. Plásticos de massa, engenharia e alta performance,
1.5.4. Amorfo e cristalino
1.6. Propriedades:
1.6.1. Químicas,
1.6.2. Óticas,
1.6.3. Mecânicas,
1.6.4. Térmicas,
1.6.5. Elétricas
1.7. Aditivos:
1.7.1. Definição dos aditivos,
1.7.2. Função dos aditivos,
1.7.3.Tipos de aditivos e suas funções,
1.7.4.Cargas inertes e de reforço
1.8. Ensaios:
1.8.1. Índice de fluidez,
1.8.2.Ponto de amolecimento,
1.8.3.Resistência ao impacto,
1.8.4.Tração, flexão, abrasão e dureza,
1.8.5. Higroscopia nos termoplásticos,
1.8.6. Degradação nos termoplásticos,
1.8.7. Características dos termoplásticos na combustão,
1.8.8. Identificação dos materiais,
1.8.9. Reciclagem dos termoplásticos,
1.8.10. Símbolos de reciclagem 1. Processo de injeção
1.1. Armazenamento de matérias- primas e produtos
1.2.Insumos e utilidades do processo de injeção
1.3.Controle e otimização do ciclo de injeção
1.4.Defeitos e soluções em peças injetadas
1.5.Ordem de produção, serviço ou fabricação
1.6.Identificação e destinação de resíduos, sobras e refugos da produção
1.7.Influência dos parâmetros no processo e produto
1.8.Set-ups
1.9.Try-outs
1.10.Ferramentas da qualidade MASP (metodologia para análise e solução de problemas) 1. Conceito de molde
1.1. Tipos de moldes
1.2. Molde de duas placas
1.3. Molde de três placas
1.4. Molde de câmara quente
1.5. Stack mold
2. Componentes de um molde padrão
2.1. Materiais utilizados na construção de moldes
2.2. Sistemas de alimentação de um molde:
2.2.1.Buchas,
2.2.2.Canais,
2.2.3.Entradas,
2.2.4.Balanceamento dos canais,
2.2.5.Sistema de saída de gases,
2.2.6.Sistema de refrigeração,
2.2.7.Sistemas de extração,
2.2.8.Sistemas de câmara quente
2.3. Cuidados com os moldes:
2.3.1. Lubrificantes,
2.3.2. Antioxidantes,
2.3.2. Desmoldantes,
2.3.3. Limpeza e conservação
2.4. Molde de multicomponentes:
2.4.1. Molde com gavetas,
2.4.2. Porta molde, insertos e placas de suporte 1. Segurança na operação de Injetoras
1.1. Histórico da regulamentação
1.2. Direitos e deveres do empregador e trabalhador
1.3. Descrição e funcionamento da máquina injetora
1.4. Riscos na operação de máquinas injetoras
1.5. Principais áreas de risco da máquina injetora
1.6. Medidas e dispositivos de segurança para evitar acidentes
1.7. Proteções e distâncias de segurança
1.8. Exigências mínimas segundo a NR 10, NR 12, NBR 13536, NBR NM - ISO 13852:2003 e NBR 13757
1.9. Medidas de segurança para máquinas hidráulicas de comando manual
1.10. Perigos e dispositivos de segurança em máquinas injetoras
2. Máquinas injetoras
2.1. Procedimento de segurança o Check list dos dispositivos de segurança o Equipamentos Individuais de Segurança (EPIs)
2.2. Componentes da injetora o Componentes e tipos de unidades de fechamento o Componentes da unidade de injeção
2.3. Componentes da unidade de controle
2.4. Rosca ou parafuso de injeção: Zonas de uma rosca, Ponta da rosca, Válvula de bloqueio, Taxa de compressão, Razão L/D de uma rosca.
2.3. Tipos de máquinas injetoras:
2.3.1. Horizontais,
2.3.2. Verticais ,
2.3.3. Rotativas,
2.3.4. Elétricas ,
2.3.5. Hidráulicas
2.4. Capacidades de uma injetora :
2.4.1. Capacidade de fechamento ,
2.4.2. Capacidade de injeção,
2.4.3. Capacidade de plastificação,
2.4.4. Pressão de injeção,
2.4.5. Distância entre colunas,
2.4.6. Altura mínima e máxima do molde,
2.4.7. Cálculo de força de fechamento/travamento, 2.4.8. Cálculo da capacidade de injeção e plastificação.
2.5. Etapas do ciclo de injeção:
2.5.1. Fechamento,
2.5.2. Avanço do bico,
2.5.3. Injeção,
2.5.4.Recalque,
2.5.5.Resfriamento,
2.5.6.Dosagem/plastificação,
2.5.7.Descompressão,
2.5.8.Recuo do bico,
2.5.9.Abertura
2.5.10.Extração,
2.6. Parâmetros de processo:
2.6.1.Temperaturas,
2.6.2.Pressões,
2.6.3.Velocidades,
2.6.4. Posições,
2.6.5. Tempos
2.7. Periféricos:
2.7.1. Sistemas de alimentação,
2.7.2. Sistemas de secagem e desumidificação de materiais,
2.7.3. Sistemas de resfriamento,
2.7.4. Sistemas de reaproveitamento de materiais,
2.7.5. Aplicações de manipuladores automáticos (Robôs) 1. Fundamentos da Logística
1.1. Histórico
1.2. Definição
1.3. Sistemas logísticos
1.4. Controles
1.5. Tendências
1.6. Níveis de serviço
1.7. Lead time
2. Embalagens
3. Armazenagem
3.1. Equipamentos de movimentação e armazenagem
3.2. Recebimento, conferência e expedição
4. Transportes
4.1. Modais: rodoviário, aéreo, ferroviário, marítimo, costeiro, fluvial, dutoviário
4.2. Meios de transporte: adequação à necessidade
4.3. Logística verde e reversa
4.4. Operador logístico 1. Fundamentos da informática
1.1. Componentes dos computadores
1.2. Periféricos o Sistema operacional
1.3. Vírus
1.4. Impactos na saúde do uso do computador: visão, postura, esforços repetitivos e impactos ambiental
2. Planilha eletrônica
2.1. Fórmulas
2.2. Tabelas
2.3. Gráficos
2.4. Impressão
2.5. Manipulação de arquivos
2.6. Edição e Formatação de célula
3. Rede de computadores
3.1. Rede local
3.2. Internet
3.3. Correio eletrônico
3.4. Portais de pesquisa
4. Softwares específicos
4.1. Codificadores de código de barras
5. Regra de três simples
5.1. Proporção
5.2. Relação direta e inversa
5.3. Porcentagem
5.4. Razão
6. Medição
6.1. Medidas: perímetro, área, volume, peso, capacidade, tempo
6.2. Medidas e conversões
7. Custo
7.1. Peso de carga
7.2. Tempo de transporte
7.3. Estoque de segurança
7.4. Volume de carga
7.5. Distância percorrida
7.6. Valor da carga 1. Programa Mestre de Produção
1.1. Necessidade de Vendas
1.2. Emissão das ordens de produção
1.3. Pedidos dos clientes
1.4. Lead time de produção
1.5. Análise dos contratos: cálculo do lead
2. Movimentação dos Materiais
2.1. Reserva Operacional
2.2. Roteiro processual: produtos acabados, operações de fabricação
2.3. Volume diário de produção
2.4. Abastecimento de linhas
2.5. Desabastecimento de linhas
3. Estoques
3.1. Classificação
3.2. Estoque médio
3.3. Ponto de ressuprimento
3.4. Lista crítica
3.5. Empenho
4. Máquinas
4.1. Capacidade instalada
4.2. Máquinas disponíveis
4.3. Alocação de máquinas: por volume, por peso, por distância
5. Insumos
5.1. Matéria- prima para transformação
5.2. Componentes de aplicação no produto
5.3. Materiais Indiretos
5.4. Alocação de materiais
5.5. Materiais improdutivos
6. Mão de Obra
6.1. Tipos: fixa, variável
6.2. Disponível: direta, indireta
6.3. Alocação: por ordem de produção, direta, indireta
7. Embalagens
7.1. Estoque das embalagens
7.2. Capacidade das embalagens: peso bruto e liquido das embalagens, volume das embalagens
7.3. Alocação das embalagens
8. Manutenção Industrial
8.1. Programação: preventiva, preditiva
8.2. Máquinas disponíveis
8.3. Equipamentos disponíveis
9. Programação da Produção
9.1. Produtos: programação, montagem, mix de produção, tact time
9.2. Programação de peças manufaturadas: quantidades necessárias, horas /máquinas, horas/ homens, equipamentos de movimentação, embalagens
9.3. Softwares específicos: JIT, MRP
9.4. OPT – Tecnologia de Otimização da Produção
10. Liberação de Ordens de Produção
10.1. Por produto: peças manufaturadas, componentes comprados
10.2. Por setor
10.3. Por máquina
10.4. Liberação de matéria prima: ordens de produção, requisições, ordens de serviço
10.5. Embalagens 1. Recursos necessários: ferramentas, máquinas, mão de obra
2. Lead time: tempo de preparação, tempo de fabricação, tact time
3. Capacidade instalada: recurso existente, carga máquina
4. Simulação: eliminação de gargalos, ajustes do planejamento, tratamento de exceções
5. Coeficientes da programação da produção: produto, hora máquina, mão de obra, embalagem, área e volume
6. Movimentação dos materiais
7. Reserva operacional
8. Roteiro processual: produtos acabados e operações de fabricação
9. Volume diário de produção
10. Abastecimento das linhas
11. Desabastecimento das linhas
12. Embalagens
13. Tipos de embalagens
14. Unitização
15. Conteinerização
16. Identificação das embalagens: de acordo com o material e com maior índice de retorno de produtos
17. Métodos de embalagem de cargas perigosas
18. Margens de retorno por avaria de embalagem
19. Embalagens retornáveis: determinação de coeficientes
20. Embalagens para manutenção
21. Relação material x embalagem
22. Entradas e saídas no sistema
23. Capacidade das embalagens: em relação ao tipo de material
24. Necessidades: para atender ao volume de produção e de material por embalagem
25. Locais de guarda
26. Devolução das embalagens
27. Softwares
28. Enterprise resurces planning (erp)
29. Materials requiriment planning (mrp i, mrp ii)
30. Novas tendências
31. Tecnologia de otimização da produção – opt
32. Estudos de casos
32.1. Custos do produto
32.2. Custo industrial
32.3. Custo final 1. Sensibilização e motivação para a qualidade
1.1. Apresentação
1.2. Motivação
1.3. Sensibilização
1.4. Paradigmas
1.5. Comunicação
1.6. Diferenças Individuais
1.7. Percepção
1.8. Equipe
2. Custos da qualidade
2.1. Introdução aos custos da qualidade
2.2. Custos de prevenção
2.3. Custos de avaliação
2.4. Custos de falhas
2.5. Custos de falhas internas
2.6. Custos de falhas externas
2.7. Identificação de áreas críticas para redução de custos da qualidade
3. Identificação de Normas Técnicas
3.1. Definições e termos relativos à qualidade
3.2. Normalização
3.3. Organismos de registros
3.4. Elaboração e Registros das Normas
3.5. Tipos de Normas/Órgãos Normativos ABNT/ INMETRO / NBR (Norma Brasileira Registrada)
3.6. Método de Ensaio
3.7. Fluxograma para elaboração de um procedimento 1. Ferramentas da qualidade
1.1. Origem; Conceitos e Definições
1.2. BrainStorming
1.3. Fluxograma
1.4. PDCA (Planejar, Executar, Checar e Agir)
1.5. Lista de Verificação checklist
1.6. Lista de Estratificação
1.7. Gráfico de Pareto
1.8. Histograma
1.9. Diagrama de Causa e Efeito
1.10. Diagrama de Dispersão
1.11. Cinco Porquês
1.12. 5W1H e 5W2H
2. Programa 5 S
2.1. Desenvolvimento de programa educacional
2.2. Origem e finalidade do Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke
2.3. Planejamento para aplicação dos conceitos do 5S
2.4. Desenvolvimento de Qualidade com 5S
2.5. Planejamento de auditoria de 5S
2.6. Lista de Verificação checklist para
3. Auditoria de 5S
3.1. Pontuação e Classificação de Auditoria de 5S
4. Identificação do problema
4.1. Levantamento de Dados Estatísticos
4.2. Escolha da Ferramenta Adequada
4.3. Análise de Causa Raiz
5. Solução do Problema
5.1. Aplicação da Metodologia; Método de Análise e Solução de Problemas (MASP)
5.2. Repetição do ciclo PDCA (Planejar, Executar, Verificar e Agir) 1. Interpretação da ABNT NBR ISO 9001
1.1. Gestão da Qualidade, identificação, sequência e interação dos processos
1.2. Ciclo PDCA x Estrutura da Norma
1.3. Sistema de Gestão da Qualidade
1.4. Requisitos de Documentação
1.5. Manual da Qualidade
1.6. Controle de Documentos
1.7. Controle de Registros
1.8. Responsabilidade Comprometimento da Direção
1.9. Foco no Cliente
1.10. Política, Planejamento e Objetivos da Qualidade
1.11. Planejamento do sistema de gestão da qualidade
1.12. Responsabilidade, Autoridade e Comunicação
1.13. Responsabilidade e Autoridade;
2. Representante da Direção
2.1. Comunicação Interna
2.2. Análise crítica pela direção
2.3. Entradas para análise crítica pela direção
2.4. Saídas de análise crítica
2.5. Gestão de Recursos
2.6. Realização do produto
2.7. Processos relacionados à clientes
2.8. Determinação de requisitos relacionados ao produto
2.9. Análise crítica dos requisitos relacionados ao produto
2.10. Comunicação com o cliente
2.11. Planejamento de projeto e desenvolvimento
2.12. Entradas de projeto e desenvolvimento
2.13. Saídas de projeto e desenvolvimento
2.14. Análise crítica de projeto e desenvolvimento
2.15. Verificação de projeto e desenvolvimento
2.16. Validação de projeto e desenvolvimento
2.17. Controle de alterações de projeto e desenvolvimento
2.18. Aquisição, processo de aquisição, Informações de aquisição e verificação do produto adquirido
2.19. Produção e prestação de serviço
2.20. Controle de produção e prestação de serviço
2.21. Validação dos processos de produção e prestação de serviço
2.22. Identificação e rastreabilidade
2.23. Propriedade do cliente
2.24. Preservação do produto
2.25. Controle de equipamento de monitoramento e medição
2.26. Medição, análise e melhoria
2.27. Monitoramento e medição
2.28. Satisfação do cliente
2.29. Auditoria interna
2.30. Monitoramento e medição dos processos
2.31. Monitoramento e medição de produto
2.32. Controle de produto não conforme
2.33. Análise de dados
2.34. Melhoria e melhoria contínua
2.35. Ação corretiva
2.36. Ação preventiva
3. ABNT NBR ISO 14001 / OHSAS 18001 / ABNT NBR ISO 16001 SA 8000
3.1. Introdução e definições
3.2. Fornecedor
3.3. Empresa
3.4. Subcontratado
3.5. Ação de reparação
3.6. Ação corretiva
3.7. Parte interessada;
3.8. Criança
3.9. Trabalhador jovem
3.10. Trabalho infantil
3.11. Trabalho forçado
3.12. Reparação de crianças
3.13. Trabalho forçado
3.14. Saúde e segurança
3.15. Liberdade de associação
3.16. Direito a negociação coletiva
3.17. Discriminação
3.18. Práticas disciplinares
3.19. Horário de trabalho
3.20. Remuneração
3.21. Sistemas de gestão 1. Princípios Fundamentais de Reações Químicas;
2. Qualidade em Laboratórios;
3. Manuseio de Reagentes /Soluções e Amostras;
4. Vidraria de Laboratório: aplicação e utilização;
5. Instrumentação Básica

Carga Horária

2024 Horas
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT