telefone(85) 4009.6300

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Objetivo

Habilitar profissionais para planejar, coordenar e realizar ações para assegurar a integridade física e mental das pessoas e a preservação do meio ambiente, do patrimônio e da imagem da organização, de acordo com legislação e normas aplicadas à segurança, saúde e meio ambiente.

Pré-requisito

Para realizar a matrícula, o interessado deverá:
- ter concluído o Ensino médio ou estar cursando no mínimo o 2º ano do ensino médio.

A matrícula poderá ser efetivada por interessados (ou responsável legal) com a apresentação de cópias dos seguintes documentos:
- histórico escolar e certificado de conclusão do ensino médio ou declaração da escola comprovando que o aluno está devidamente matriculado e frequentando regularmente, no mínimo, o 2º ano do ensino médio;
- carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação;
- cadastro de pessoa física – CPF;
- comprovante de residência;
- duas fotos 3X4 atualizadas.


Observação: Para o recebimento do Certificado/Diploma é necessário informar um e-mail válido.

Conteúdo

  • COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA
    • 1. Comunicação
    • 1.1. Processo
    • 1.1.1. Feedback
    • 1.1.2. Emissor
    • 1.1.3. Receptor
    • 1.1.4. Referente
    • 1.1.5. Mensagem
    • 1.1.6. Canal
    • 1.1.7. Código
    • 1.2. Níveis de fala
    • 1.2.1. Gíria
    • 1.2.2. Linguagem coloquial
    • 1.2.3. Linguagem padrão
    • 2. Comunicação Oral e Escrita
    • 2.1. Elementos de comunicação: emissor, mensagem, receptor e canal
    • 2.2. Leitura e interpretação de texto
    • 2.3. Estrutura de frases e parágrafos
    • 2.4. Técnicas de resumo
    • 2.5. Relatório
    • 2.6. Apresentação de trabalhos escolares
    • 2.7. Gramática aplicada ao texto
    • 2.8. Técnicas de argumentação
    • 3. Descrição de
    • 3.1. Objeto
    • 3.2. Processo
    • 3.3. Ambiente
    • 4. Desenho Técnico
    • 4.1. Instrumentos de desenho
    • 4.2. Caligrafia técnica
    • 4.3. Normas técnicas
    • 4.4. Leiaute
    • 4.5. Vistas essenciais
    • 4.6. Simbologias
    • 4.7. Cotagem
    • 4.8. Ângulos
    • 4.9. Perspectivas
    • 5. Dissertação
    • 5.1. Estrutura
    • 5.2. Introdução
    • 5.3. Desenvolvimento
    • 5.4. Conclusão
    • 6. Editor de apresentações gráficas
    • 6.1. Apresentação
    • 6.1.1. Estruturação da apresentação
    • 6.1.2. Gerenciamento de tempo
    • 6.1.3. Ferramentas de multimídia
    • 6.2. Slide
    • 6.2.1. Regras de estruturação
    • 6.2.2. Inserção de figuras e arquivos
    • 6.3. Formatação
    • 7. Editor de Texto
    • 7.1. Digitação de textos
    • 7.2. Inserções
    • 7.3. Formatação
    • 7.4. Impressão de arquivos
    • 8. Editor de Textos
    • 8.1. Tipos
    • 8.2. Formatação
    • 8.3. Configuração de páginas
    • 8.4. Importação de figuras e objetos
    • 8.5. Inserção de tabelas e gráficos
    • 8.6. Arquivamentos
    • 8.7. Controles de exibição
    • 8.8. Correção ortográfica e dicionário
    • 8.9. Quebra de páginas
    • 8.10. Recuos, tabulação, parágrafos, espaçamentos e margens
    • 8.11. Marcadores e numeradores
    • 8.12. Bordas e sombreamento
    • 8.13. Colunas
    • 8.14. Ferramentas de desenho
    • 9. Internet
    • 9.1. Pesquisa
    • 9.2. Comunicação
    • 9.2.1. E-mail
    • 9.3. Normas de uso
    • 9.4. Navegadores
    • 9.5. Sites de busca
    • 9.6. Download e gravação de arquivos
    • 9.7. Correio eletrônico
    • 9.8. Direitos autorais (citação de fontes de consulta)
    • 10. Parágrafo
    • 10.1. Unidade interna
    • 10.1.1. Sequência de ideias
    • 10.1.2. Coerência
    • 10.1.3. Concisão
    • 10.2. Tipos de parágrafo
    • 10.2.1. Narrativo
    • 10.2.2. Descritivo
    • 10.2.3. Dissertativo
    • 10.3. Estrutura interna
    • 10.3.1. Tópico frasal
    • 10.3.2. Ideias secundárias
    • 11. Pesquisa
    • 11.1. Definição
    • 11.2. Finalidades
    • 11.3. Métodos e Técnicas
    • 11.4. Etapas
    • 11.5. Fontes
    • 11.5.1. Mídia impressa
    • 11.5.2. Mídia eletrônica
    • 11.5.3. Identificação das fontes: obras de referência, fontes bibliográficas
    • 11.6. Seleção e delimitação de temas
    • 11.7. Documentação
    • 11.7.1. Anotações e o uso de fichas
    • 11.7.2. Resumo e seus tipos
    • 11.7.3. Indicações bibliográficas
    • 11.8. Análise e seleção dos dados coletados
    • 11.9. Planejamento do trabalho
    • 11.10. Apresentação de resultados de pesquisas
    • 11.10.1. Tema
    • 11.10.2. Objetivo
    • 11.10.3. Método
    • 11.10.4. Análise das informações
    • 11.10.5. Síntese das informações
    • 11.10.6. Citações
    • 11.11. Bibliografias confiáveis e não confiáveis
    • 12. Planilhas Eletrônicas
    • 12.1. Funções/finalidades
    • 12.2. Linhas, colunas e endereços de células
    • 12.3. Formatação de células
    • 12.4. Configuração de páginas
    • 12.5. Inserção de Fórmulas
    • 12.6. Elaboração de gráficos
    • 12.7. Classificação e filtro de dados
    • 13. Relatório Técnico
    • 13.1. Estrutura básica
    • 13.2. Tipos de relatório
    • 13.2.1. Atividade
    • 13.2.2. Ocorrência
    • 13.2.3. Estudos ou de pesquisa
    • 14. Técnica de Intelecção de Texto
    • 14.1. Análise textual: etapa de preparação de compreensão do texto
    • 14.1.1. Visão global do texto
    • 14.1.2. Levantamento dos conceitos e dos termos fundamentais
    • 14.1.3. Identificação de ideias principais e secundárias do parágrafo
    • 14.1.4. Identificação das inter-relações textuais
    • 14.1.5. Identificação de introdução
    • 14.1.6. Desenvolvimento e conclusão
    • 14.2. Temática
    • 14.2.1. Depreensão do assunto
    • 14.2.2. Depreensão do tema
    • 14.2.3. Depreensão da mensagem
    • 14.2.4. Resumo do texto
    • 14.3. Interpretativa
    • 14.3.1. Coerência interna
    • 14.3.2. Elaboração de texto crítico
    • 14.3.3. Profundidade no tratamento do tema, validade e relevância da argumentação (e da contra-argumentação)
  • CIÊNCIAS APLICADAS
    • 1. Físicoquímica
    • 1.1. Pressão
    • 1.2. Temperatura
    • 1.3. Fenômenos ondulatórios
    • 1.4. Pneumática
    • 1.5. Conceito ácido x base
    • 1.6. Conceitos química orgânica
    • 1.7. Oxidação
    • 2. Formas geométricas
    • 2.1. Área
    • 2.2. Medidas
    • 2.3. Lineares
    • 2.4. Volume
    • 2.5. Frações
    • 2.6. Tipos
    • 2.7. Próprias
    • 2.8. Impróprias
    • 2.9. Aparentes
    • 2.10. Número misto
    • 2.11. Simplificação
    • 3. Média
    • 3.1. Aritmética
    • 3.2. Harmônica
    • 3.3. Estatística
    • 3.4. População
    • 3.5. Amostra
    • 3.6. Probabilidade
    • 3.7. Variáveis
    • 3.8. Coleta de dados e dados brutos
    • 4. Porcentagem
    • 4.1. Taxa percentual
    • 4.2. Aplicação
    • 4.3. Regra de três
    • 4.4. Simples
    • 4.5. Composta
    • 5. Proporções
    • 5.1. Termos
    • 5.2. Propriedade fundamental
    • 5.3. Aplicação
    • 6. Razões decimais
    • 6.1. Aplicação
    • 6.2. Entre duas grandezas de mesma espécie
    • 7. Sistema internacional de unidades
    • 7.1. Unidades
    • 7.2. Conversão de unidades de medida
  • GESTÃO DE PESSOAS
    • 1. Análise de problemas e tomada de decisão
    • 1.1. Técnicas para resolução de problemas
    • 1.2. Formas de administração de conflitos
    • 1.3. Evasão
    • 1.4. Harmonização
    • 1.5. Supressão
    • 1.6. Acomodação
    • 2. Entrevista
    • 2.1. Definições
    • 2.2. Preparação
    • 2.3. Estratégias
    • 2.4. Registros
    • 3. Liderança
    • 3.1. Percepção
    • 3.2. Diferenças individuais
    • 3.3. Definição
    • 3.4. Preconceitos
    • 3.5. Julgamento de pessoas
    • 3.6. Rotulagem de pessoas
    • 3.7. Características do líder
    • 3.8. Capacidade de diagnosticar
    • 3.9. Flexibilidade de estilo
    • 3.10. Estilos
    • 3.11. Autocrático
    • 3.12. Democrático
    • 3.13. Liberal
    • 3.14. Requisitos do líder
    • 3.15. Objetivos
    • 3.16. Comunicação
    • 3.17. Seguidores
    • 3.18. Poder
    • 4. Motivação
    • 4.1. Ciclo motivacional
    • 4.2. Hierarquia das necessidades
    • 4.3. Fatores motivacionais
    • 4.4. Estímulos
    • 4.5. Incentivos
    • 4.6. Motivos
    • 5. Negociação
    • 5.1. Definições
    • 5.2. Etapas
    • 5.3. Tipos
    • 5.4. Preparação
    • 5.5. Estratégias
    • 6. Planejamento
    • 6.1. Etapas
    • 6.2. Níveis
    • 6.3. Estratégico
    • 6.4. Gerencial
    • 6.5. Operacional
    • 6.6. Organização
    • 6.7. Controle
    • 7. Reuniões
    • 7.1. Preparação
    • 7.2. Participantes
    • 7.3. Pauta
    • 7.4. Local
    • 7.5. Recursos
    • 7.6. Tipos
    • 7.7. Formais
    • 7.8. Informais
    • 7.9. Formas de condução
    • 8. Técnicas de abordagem
    • 8.1. Definição
    • 8.2. Objetivo
    • 8.3. Tipos
    • 9. Trabalho em equipe
    • 9.1. Funções
    • 9.2. Instrumento
  • FUNDAMENTOS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO
    • 1. Acidentes de trabalho
    • 1.1. Definição
    • 1.2. Técnica
    • 1.3. Legal
    • 1.4. Aspectos sociais e ambientais
    • 1.5. Consequências
    • 1.6. Trabalhador
    • 1.7. Família
    • 1.8. Empresa
    • 1.9. Análise de acidentes
    • 1.10. Reabilitação profissional
    • 1.11. Estatísticas - estadual e nacional
    • 1.12. Causas
    • 1.13. Definição
    • 1.14. Condição insegura
    • 1.15. Fator humano ou pessoal
    • 1.16. Investigação
    • 1.17. Custos
    • 1.18. Tipos
    • 1.19. Cálculos
    • 1.20. Comunicação de acidentes do trabalho
    • 1.21. Relatórios
    • 2. Legislação e normas OIT
    • 2.1. Constituição Federal
    • 2.2. Hierarquia das leis
    • 3. Normas Regulamentadoras desenho técnico
    • 3.1. Normas
    • 3.2. Formatos do papel
    • 3.3. Legenda e tipos de linha
    • 3.4. Escalas
    • 3.5. Desenhos de detalhes
    • 3.6. Plantas e leiautes
    • 4. Princípios de saúde, meio ambiente e segurança do trabalho
    • 4.1. Histórico
    • 4.2. Desenvolvimento industrial
    • 4.3. Responsabilidade socioambiental
    • 4.4. Qualidade de vida
    • 4.5. Seções projetadas sobre a vista e fora da vista
    • 5. Princípios preventivos
    • 5.1. Teoria de Frank Bird, “pirâmide”
    • 5.2. Estudos de J. Reason, “Queijo suíço”
    • 6. Terminologia técnica
    • 6.1. Desvio
    • 6.2. Incidente
    • 6.3. Perigo
    • 6.4. Risco
    • 6.5. Acidente
  • AÇÕES EDUCATIVAS EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO
    • 1. Ações educativas em saúde e segurança do trabalho
    • 1.1. Definição
    • 1.2. Tipos
    • 1.3. Campanhas
    • 1.4. Seminários
    • 1.5. Programas de capacitação
    • 2. Divulgação de informações de saúde e segurança do trabalho
    • 2.1. Planejamento
    • 2.2. Cronograma
    • 2.3. Recursos: humanos, financeiros e materiais
    • 2.4. Estratégias
    • 3. Instrumentos de avaliação: elaboração e aplicação
    • 3.1. Desenvolvimento
    • 3.2. Registros
    • 4. Legislação, normas e procedimentos de saúde e segurança do trabalho
    • 4.1. Material didático
    • 4.2. Elaboração
    • 4.3. Pesquisa
    • 4.4. Tipos
    • 4.5. Recursos
  • SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO 1
    • 1. Arranjo físico
    • 1.1. Espaço confinado
    • 1.2. Tipos
    • 1.3. Elétricos
    • 1.4. Incêndio e explosão
    • 1.5. Máquinas e ferramentas
    • 1.6. Trabalho em altura
    • 1.7. Transporte, armazenamento e movimentação de cargas
    • 1.8. Animais peçonhentos
    • 1.9. Efeitos da exposição
    • 1.10. Limites de tolerância
    • 1.11. Controle
    • 1.12. Medidas preventivas
    • 2. Documentação de saúde e segurança do trabalho
    • 2.1. Aplicabilidade
    • 2.2. Tipos
    • 2.3. Relatórios
    • 2.4. Formulários de gestão de saúde e segurança do trabalho
    • 2.5. Legal
    • 2.6. Contratos
    • 2.7. Registros
    • 2.8. De verificação
    • 2.9. De controle de entrega
    • 2.10. De manutenção
    • 2.11. Responsabilidades
    • 2.12. Controle
    • 2.13. Analise crítica
    • 2.14. Cultura de segurança
    • 3. Ergonomia
    • 3.1. Definição
    • 3.2. Tipos de riscos
    • 3.3. Fisiologia do trabalho
    • 3.4. Doenças relacionadas
    • 3.5. Intervenção ergonômica
    • 3.6. Biomecânica
    • 3.7. Análise ergonômica
    • 3.8. Conforto: térmico, acústico e iluminação adequada no posto de trabalho
    • 3.9. Controle
    • 3.10. Medidas preventivas
    • 3.11. Avaliação e controle de riscos ambientais
    • 3.12. Riscos ambientais
    • 3.13. Ferramentas manuais e portáteis
    • 3.14. Proteção de máquinas e equipamentos
    • 3.15. Equipamentos sob pressão
    • 4. Exposição ao calor
    • 4.1. Riscos
    • 4.2. Avaliação
    • 4.3. Tipos
    • 4.4. Interferências e erros comuns
    • 4.5. Termômetro
    • 4.6. Tipos
    • 4.7. Aplicação
    • 4.8. Programação
    • 4.9. Aferição e calibração do instrumento
    • 4.10. Registro e análise de dados
    • 4.11. Anemômetro
    • 4.12. Higrômetro
    • 4.13. Cálculos aplicados ao calor
    • 4.14. Índice iButG
    • 4.15. Taxas de metabolismo
    • 4.16. Temperatura efetiva
    • 4.17. Temperatura de bulbo úmido
    • 4.18. Temperatura de bulbo seco
    • 4.19. Umidade relativa
    • 4.20. Temperatura de globo
    • 4.21. Velocidade do ar
    • 4.22. Tempo de exposição ao calor
    • 4.23. Efeitos da exposição
    • 4.24. Limites de tolerância
    • 4.25. Controle
    • 4.26. Medidas preventivas
    • 5. Exposição ao frio
    • 5.1. Riscos
    • 5.2. Avaliação
    • 5.3. Tipos
    • 5.4. Interferências e erros comuns
    • 5.5. Termômetro
    • 5.6. Aplicação
    • 5.7. Registro e análise de dados
    • 5.8. Cálculos aplicados ao frio
    • 5.9. Tempo de exposição ao frio
    • 5.10. Efeitos da exposição
    • 5.11. Limites de tolerância
    • 5.12. Controle
    • 5.13. Medidas preventivas
    • 6. Higiene ocupacional
    • 6.1. Princípios
    • 6.2. Terminologia técnica
    • 6.3. Grupos homogêneos de exposição a riscos ambientais
    • 7. Iluminamento
    • 7.1. Definição
    • 7.2. Níveis
    • 7.3. Luxímetro
    • 7.4. Avaliação de níveis
    • 7.5. Efeitos da exposição limites de tolerância
    • 7.6. Controle
    • 7.7. Medidas preventivas
    • 8. Legislação e normas
    • 8.1. Constituição Federal do Brasil
    • 8.2. Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)
    • 8.3. Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
    • 8.4. Legislação Previdenciária Aplicada à Saúde e Segurança do Trabalho
    • 8.5. Código Civil e Penal
    • 8.6. Convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT)
    • 8.7. Legislação Ambiental
    • 8.8. Legislação Estadual aplicada à Saúde e Segurança do Trabalho
    • 8.9. Legislação Municipal aplicada à Saúde e Segurança do Trabalho
    • 8.10. Normas nacionais e internacionais
    • 9. Pressão sonora
    • 9.1. Decibelímetro
    • 9.2. Definição
    • 9.3. Tipos
    • 9.4. Fontes
    • 9.5. Risco da exposição ao ruído
    • 9.6. Avaliação
    • 9.7. Níveis
    • 9.8. Tipos
    • 9.9. Interferências e erros comuns
    • 9.10. Cálculos aplicados ao ruído
    • 9.11. Dosimetria
    • 9.12. Soma de decibéis
    • 9.13. Terminologia técnica
    • 9.14. Instrumentos de medição
    • 9.15. Dosímetro
    • 9.16. Aplicação
    • 9.17. Programação
    • 9.18. Requisitos
    • 9.19. Aferição e calibração
    • 9.20. Registro e análise de dados
    • 9.21. Efeitos da exposição
    • 9.22. Limites de tolerância
    • 9.23. Controle
    • 9.24. Medidas preventivas
    • 10. Radiação
    • 10.1. Definição
    • 10.2. Tipos
    • 10.3. Ionizante
    • 10.4. Não ionizante
    • 10.5. Exposição ocupacional
    • 10.6. Efeitos da exposição
    • 10.7. Limites de tolerância
    • 10.8. Controle
    • 10.9. Medidas preventivas
    • 11. Riscos biológicos
    • 11.1. Tipos
    • 11.2. Efeitos da exposição
    • 11.3. Limites de tolerância
    • 11.4. Controle
    • 11.5. Medidas preventivas
    • 11.6. Definições
    • 11.6.1. Riscos de acidentes
    • 11.6.2. Riscos químicos
    • 11.7. Terminologia técnica
    • 11.8. Tipos
    • 11.9. Instrumentos de medição
    • 11.10. Técnicas de amostragem
    • 11.11. Registro e análise dos resultados
    • 11.12. Controle operacional da concentração dos agentes químicos
    • 11.13. Avaliação de exposição e concentração
    • 11.14. Limites de tolerância de órgãos nacionais e internacionais
    • 11.15. Ficha de identificação de segurança de produtos Químicos – fispQ
    • 11.16. Efeitos da exposição
    • 11.17. Limites de tolerância
    • 11.18. Controle
    • 11.19. Medidas preventivas
    • 12. Tecnologias em saúde e segurança do trabalho
    • 12.1. Evolução industrial
    • 12.2. Inovação
    • 12.3. Riscos e controles
    • 12.4. Programas de prevenção
    • 13. Ventilação
    • 13.1. Industrial
    • 13.2. Natural
    • 13.3. Geral
    • 13.4. Exaustão
    • 14. Vibração
    • 14.1. Definição tipos
    • 14.2. Localizada
    • 14.3. De corpo inteiro
    • 14.4. Exposição ocupacional
    • 14.5. Efeitos da exposição
    • 14.6. Faixas de frequências
    • 14.7. Acelerômetro
    • 14.8. Tipos
    • 14.9. Aplicações
    • 14.10. Acessórios
    • 14.11. Limites de tolerância
    • 14.12. Controle
    • 14.13. Medidas preventivas
  • SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO 2
    • 1. Acidentes
    • 1.1. Definição legal e técnica
    • 1.2. Tipos
    • 1.3. Características
    • 1.4. Causas
    • 1.5. Custos
    • 1.6. Agentes
    • 1.7. Consequências
    • 1.8. Doenças ocupacionais do trabalho
    • 1.9. Definição de desvio
    • 1.10. Definição de incidente
    • 1.11. Perícia judicial
    • 2. Análise de riscos
    • 2.1. Definição
    • 2.2. Desvio de risco
    • 2.3. Perigo
    • 2.4. Ferramentas
    • 2.5. Árvore de causas
    • 2.6. Diagrama de causas e efeitos
    • 2.7. 5W + 2H
    • 2.8. Análise do tipo e efeito de falha – FMEA
    • 2.9. HaZop
    • 2.10. Análise preliminar de risco – APR
    • 3. Cores e sinalização
    • 3.1. NR-26 (cores para segurança)
    • 4. Equipamentos de proteção
    • 4.1. Definição
    • 4.2. Tipos
    • 4.3. Individual – EPI coletivo EPC equipamentos de prevenção e combate a incêndios
    • 4.4. Aplicações
    • 4.5. Validade
    • 4.6. Manutenção de equipamentos
    • 4.7. Utilização
    • 5. Gestão de emergências
    • 5.1. Definição
    • 5.2. Emergência
    • 5.3. Tipos
    • 5.4. Identificação de cenário
    • 5.5. Plano de emergência
    • 5.6. PDCA aplicado
    • 5.7. Simulados
    • 5.8. Sinalização
    • 5.9. Brigadas de emergência
    • 5.10. Primeiros socorros
    • 5.11. Procedimentos
    • 5.12. Técnicas para remoção e transporte de acidentados
    • 6. Inspeção de segurança
    • 6.1. Definição
    • 6.2. Tipos
    • 6.3. Relatórios
    • 6.4. Verificação
    • 6.5. Desvios e erros
    • 6.6. Planejamento
    • 6.7. Lista de verificação – check list
    • 6.8. Registro
    • 6.9. Meios para divulgação de informações
    • 7. Investigação de acidentes
    • 7.1. Componentes
    • 7.2. Elementos
    • 7.3. Métodos
    • 7.4. Entrevistas com acidentado
    • 7.5. Entrevistas com trabalhadores circunvizinhos
    • 7.6. Registro de imagens
    • 7.7. Coleta de evidências do nexo causal
    • 8. Leiaute de ambientes
    • 8.1. Mapa de abandono de área
    • 8.2. Mapa de risco
    • 8.3. Croquis de equipamentos de proteção
    • 8.4. Simbologia de cores aplicada em saúde e segurança do trabalho
    • 8.5. Símbolos utilizados em segurança do trabalho
    • 8.6. Estatística de acidentes
    • 8.7. Taxa de frequência de acidentes
    • 8.8. Taxa de gravidade de acidentes
    • 8.9. Horas-homem de exposição aos riscos de acidentes
    • 8.10. Dias perdidos
    • 8.11. Dias debitados
    • 8.12. Tempo computado médio do ano
    • 9. Riscos
    • 9.1. Definição
    • 9.2. Tipos
    • 9.2.1. Físicos
    • 9.2.2. Químicos
    • 9.2.3. Biológicos
    • 9.2.4. Ergonômicos e psicossociais
    • 9.2.5. Segurança em eletricidade
    • 9.3. Riscos
    • 9.4. Métodos de controle
    • 9.5. Eletricidade estática
    • 9.6. NR-10 (instalação e serviços de eletricidade)
    • 10. Segurança no trabalho
    • 10.1. Rural
    • 10.2. Mineração, trânsito
    • 10.3. Construção civil
    • 10.4. NR-8
    • 10.5. Edificações
    • 10.6. Construção de estradas
    • 10.7. Laboratórios
    • 10.8. No lar
    • 10.9. Queda
    • 10.10. Incêndio
    • 10.11. Queimadura
    • 10.12. Intoxicação
    • 10.13. Asfixia
    • 10.14. Envenenamento
    • 10.15. Explosões
    • 10.16. Choque elétrico
    • 10.17. Afogamento
    • 10.18. Picadas de animais peçonhentos e inseto
  • GESTÃO EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO 1
    • 1. Administração em saúde e segurança do trabalho
    • 1.1. Definição
    • 1.2. Documentações
    • 1.3. Legislação e normas
    • 2. Atribuições e competências
    • 2.1. SESMT
    • 2.2. CIPA
    • 2.3. Órgãos oficiais
    • 3. Execução
    • 3.1. Materiais e equipamentos
    • 3.2. Equipamentos de proteção
    • 3.3. Individual
    • 3.4. Coletiva
    • 3.5. Relatórios e gráficos
    • 3.6. Verificação e monitoramento
    • 3.7. Requisitos legais
    • 3.8. Procedimentos de segurança
    • 4. Gestão de documentos
    • 4.1. Tipos de registros
    • 4.2. Organização
    • 4.3. Rastreabilidade
    • 4.4. Requisitos legais
    • 5. Programas de saúde e segurança do trabalho
    • 5.1. De Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)
    • 5.2. De Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO)
    • 5.3. De Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT)
    • 5.4. De Conservação Auditiva (PCA)
    • 5.5. De Proteção Respiratória (PPR)
    • 5.6. Planilha de Aspectos e Impactos Ambientais
    • 5.7. Plano de trabalho
    • 5.8. Coleta de dados
    • 5.9. Análise de propostas
    • 5.10. Composição da equipe e responsabilidades
    • 5.11. Viabilidade técnica
    • 5.12. Prazos e metas
    • 5.13. Requisitos legais
  • GESTÃO EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO 2
    • 1. Fundamentos de Gestão
    • 1.1. Contexto histórico
    • 1.2. Ferramentas da qualidade
    • 1.3. Melhoria contínua
    • 1.4. Visão prospectiva
    • 1.5. Políticas de saúde e segurança do trabalho
    • 1.6. Sistemas de gestão
    • 1.7. ISO e suas aplicações
    • 1.8. Integrada
    • 1.9. Implantação
    • 1.10. 5Ss
    • 1.11. Gestão de segurança e saúde do trabalho
    • 2. Legislação
    • 2.1. Hierarquia das leis
    • 2.2. Histórico da legislação de segurança do trabalho no Brasil
    • 2.3. Legislação do trabalho no Brasil
    • 2.4. Normas Regulamentadoras
    • 2.5. Responsabilidades
    • 3. Planejamento em saúde e segurança do trabalho
    • 3.1. Definição
    • 3.2. Aplicação
    • 3.3. Ferramentas da qualidade
    • 3.4. Elaboração
    • 3.5. Avaliação
    • 3.6. Divulgação
  • PROJETOS E PROGRAMAS DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO
    • 1. Aspectos sociais, culturais e ambientais
    • 1.1. Evolução do trabalho na sociedade
    • 1.2. Introdução ao meio ambiente: aspectos e impactos ambientais
    • 1.3. Os 3Rs (reduzir, reutilizar e reciclar)
    • 1.4. Desenvolvimento sustentável
    • 1.5. Responsabilidade socioambiental
    • 2. Viabilidade técnica e financeira de aplicação de projetos de saúde e segurança do trabalho
    • 2.1. Custos e beneficio dos investimentos em segurança
    • 2.2. Custo do acidente
    • 2.3. Recursos humanos
    • 2.4. Recursos físicos
    • 2.5. Recursos materiais
    • 2.6. Novas tecnologias
  • ESTAGIO/TCC

Carga Horária

1400 Horas
SENAI - Departamento Regional do Ceará | CNPJ: 03.768.202/0001-76
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT