que mais cresceram nos últimos anos, mesmo em decorrência da pandemia da COVID-19. De acordo com a ABIA, Associação Brasileira de Alimentos e Bebidas, a área registrou um crescimento de 12,8% em 2020. 

Em virtude da alta demanda da área, o SENAI começará a disponibilizar cursos na área de alimentos e bebidas na unidade de Maracanaú a partir de 2022. Você quer crescer profissionalmente nessa área?

Então, prossiga acompanhando este artigo. Aqui você vai entender mais sobre o mercado de trabalho, cursos ofertados e perspectivas do setor para o futuro, com foco na demanda de Maracanaú. Boa leitura! 

Entenda mais sobre a área de Alimentos e Bebidas do SENAI Maracanaú 

Quando falamos em alimentos e bebidas, o que vem na sua cabeça? Provavelmente, você pensa em bolos, pães, doces, salgados, não é mesmo? Mas, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a área de alimentos e bebidas não se resume apenas a isso.

Por isso, o SENAI Maracanaú está antenado com as tendências de mercado e entendeu a necessidade de atender a demanda do município e cidades vizinhas, como Apuiarés, Horizonte, Itapajé, Maranguape, Pacajus, Pentecoste, Russas, São Gonçalo do Amarante e Uruburetama. 

Na região, o foco se concentra nas frutas e hortaliças, bebidas e pescado. Por isso, os cursos ofertados no SENAI Maracanaú estão voltados para esses segmentos. Confere só alguns que estão no nosso portfólio:

Na unidade de Maracanaú, temos salas de aula climatizadas, laboratórios para o aprendizado constante, professores qualificados, aulas práticas e plantas pilotos.

No total, são 3 plantas pilotos: a de frutas e hortaliças, de bebidas e de pescado. E, se você não sabe muito bem o que são essas plantas, nós explicamos: uma planta piloto é um pequeno sistema de processamento químico, ou seja, uma planta de processo em escala reduzida. Elas existem com o objetivo de produzir em pequena escala, fazer simulações, ideal para aprendizagem dos alunos do SENAI, uma vez que ele poderá se aprofundar e colocar em prática todo conhecimento que ele aprende em sala de aula.

Mercado de trabalho e áreas atendidas pelo SENAI Maracanaú 

O profissional que estuda com foco em atuar para o município de Maracanaú e cidades vizinhas pode trabalhar em:

Abaixo você confere exemplos de empresas que você, como profissional da área, pode atuar: 

Bebidas alcoólicas e não-alcoólicas: no Ceará, há um grande potencial econômico para o consumo de bebidas no modo geral. Além disso, o estado é um grande produtor de cachaça, sucos, polpas, refrigerantes e água. Dentre as empresas que trabalham no segmento, podemos destacar a Ambev, Solar Coca-Cola, Heineken e Grupo Edson Queiroz.

Frutas e Hortaliças: também somos bons produtores de frutas e hortaliças. O SENAI Maracanaú possui uma parceria com as Centrais de Abastecimento do Ceará (CEASA-CE). Inclusive, em agosto desse ano, o SENAI junto com o Governo do Estado, promoveu aulas práticas do curso de Ciências Aplicadas às Frutas, com o intuito de qualificar 3.800 pessoas ligadas à Ceasa de todo o estado.

Pescado: a área de produtos de origem animal trabalha com beneficiamento, processamento e reaproveitamento. No setor, podemos destacar a Crusoé Foods, maior exportadora de atum em conserva do país, localizada em São Gonçalo do Amarante. 

O salário médio nacional de um assistente de Alimentos e Bebidas é de R$ 4.077 (Fonte: Site Glassdoor). Já um Gerente de Alimentos e Bebidas possui uma média salarial de R$ 5.655 e pode ganhar até R$ 7.876 (Fonte: Site Vagas).

Lembrando que o salário do profissional pode sofrer alterações dependendo do nível do especialista, do cargo exercido, da empresa em que ele vai atuar e da região em que ele vai trabalhar. 

Dicas para quem quer trabalhar no setor de Alimentos e Bebidas 

Se você chegou até aqui, certamente tem interesse em trabalhar na área. Por isso, para que você invista nela, separamos algumas dicas. 

Fique de olho nas tendências do mercado

Para quem deseja trabalhar na área de alimentos e bebidas, é fundamental ficar sempre atento às tendências do mercado. Afinal, estando ciente do que vai despontar nos próximos meses, fica mais fácil atuar no setor, fazendo novas criações e focando em inovação.

Inclusive, essa é uma das perspectivas do futuro para a área: inovação. Como falamos no início do artigo, a pandemia não afetou o setor que busca um aumento de tecnologias disruptivas, gestão mais sustentável de toda cadeia de produção e, principalmente, alimentos que têm a saudabilidade como critério.

Para você ter uma ideia, atualmente o Brasil é o 4° colocado em consumo de alimentos saudáveis no ranking global, de acordo com uma pesquisa realizada pela Euromonitor. Por isso, não descuide das tendências de mercado se você quiser ficar à frente da concorrência no mercado de trabalho. 

Procure sempre instituições reconhecidas pelo mercado de trabalho 

Que é importante se qualificar, isso você já sabe. Mas, não adianta procurar qualificação de qualquer jeito ou em qualquer lugar, concorda? Por isso, a nossa dica é que você procure instituições reconhecidas pelas indústrias, como o SENAI Ceará.

É fundamental que a instituição tenha uma bagagem de conhecimento prático que vai direcionar você para o mercado de trabalho. E o SENAI entende disso. Afinal, nós estamos alinhados com as necessidades das empresas.

Isso porque, de acordo com a Pesquisa Egressos (2019): 

Estamos sempre buscando desenvolver e capacitar profissionais para atuar no mercado de trabalho, com foco em qualificá-los para o aumento da produtividade nas empresas e para que eles consigam sucesso profissional.

Os cursos do SENAI formam profissionais para 28 áreas da indústria brasileira, desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica. E é por isso que os profissionais do SENAI são os mais procurados dos últimos anos

Se interessou e deseja conhecer todos os cursos que o SENAI oferece na área de alimentos e bebidas? Então, basta clicar aqui

Temos a certeza que você encontrará um curso que desperte seu interesse e alinhado com as suas expectativas para o futuro.

">
descer
SENAI
7 dicas de como se preparar para uma entrevista de emprego

A entrevista de emprego é o primeiro contato real entre o entrevistador e o candidato. Se pararmos para analisar, é uma das etapas mais importantes e é fundamental que você se saia bem nela, mesmo que isso não garanta sua contratação.

Quando somos chamados para uma entrevista, especialmente se estamos desempregados ou tentando uma recolocação no mercado, as expectativas ficam nas alturas. Diante disso, a ansiedade e o nervosismo podem acabar afetando o desempenho.

Entretanto, controlar as expectativas e o nervosismo, é apenas uma das medidas necessárias para se preparar para uma entrevista de emprego. Neste artigo você vai conferir mais algumas dicas sobre o assunto. Vem!

Pesquise sobre a empresa

Fazer uma pesquisa completa sobre a empresa é fundamental para você conseguir se situar na entrevista com o recrutador. Além disso, também é uma forma de demonstrar interesse pelo cargo. 

Em muitas entrevistas, aparece a famosa pergunta “por que você deseja trabalhar aqui?” e, com uma pesquisa prévia, ela pode ser respondida tranquilamente. Por isso, procure pesquisar sobre sua área de atuação, visão, missão e valores da empresa.

Treine a linguagem corporal 

A forma como você se comporta enquanto fala pode alterar totalmente o significado da mensagem que você deseja passar. Por isso, alguns cuidados devem ser tomados para que você não seja mal interpretado pelo recrutador, como:

  • Não fique com os braços cruzados e ombros contraídos, essas expressões passam falta de receptividade e segurança;
  • Espelhe o movimento do seu recrutador, isso demonstra compreensão mútua;
  • Sente-se de maneira ereta, para você passar respeito à pessoa com quem está falando;
  • Mantenha contato visual constante, isso demonstra segurança.

Tenha confiança 

Ser confiante não se trata apenas da linguagem corporal, que falamos no tópico anterior. Também diz respeito a sua voz. Por isso, procure falar de maneira pausada, firme e sem gaguejar. 

Uma maneira de se inspirar para não errar na hora da entrevista de emprego, é procurar analisar a forma como os jornalistas falam na televisão.

De acordo com descobertas da ciência, quem se sente confiante em uma entrevista, costuma ter um melhor desempenho. Se atente a isso.

Estude as perguntas mais comuns 

Algumas questões sempre estão presentes nas seleções de emprego. Diante disso, a dica é que você estude essas perguntas antes da entrevista para ser mais fácil respondê-las na hora. 

Abaixo você confere algumas das perguntas que podem ser feitas:

  • Por que você se interessa em trabalhar na empresa?
  • Quais são seus pontos fortes e fracos?
  • Quais são suas maiores conquistas?
  • Onde você deseja estar daqui a 5 anos?
  • O que você sabe sobre nossa empresa?
  • Pode me falar sobre suas experiências?

Faça perguntas 

Da mesma forma que você deseja se preparar para a entrevista e responder às perguntas do recrutador, também é preciso que você faça perguntas sobre o cargo pretendido para que fique bem claro seu interesse.

As perguntas precisam ser feitas de forma a complementar os conhecimentos que você já tem sobre a empresa. Isso o ajudará a demonstrar que você pesquisou sobre o assunto e está por dentro da sua área de atuação.

Não relembre momentos ruins 

Não é necessário que você fale sobre suas experiências profissionais negativas ou fale mal sobre as empresas que você já trabalhou. Quando você faz críticas ou demonstra ressentimento, pode causar uma má impressão.

Dependendo do tom que você usa, o selecionador pode pensar que você tem problemas de relacionamento. Porém, não precisa mentir. Caso perguntem sobre experiências ruins, relate, de forma clara e objetiva.

Atenção com as redes sociais 

Atualmente, é normal que as empresas pesquisem o candidato nas redes sociais. Por isso, nosso conselho é que você deixe seu perfil acessível apenas para os amigos e não para o público em geral.

Dessa forma, você evita que a empresa tire conclusões precipitadas antes de te entrevistar. 

Outros cuidados que você precisa ter na hora da entrevista de emprego 

Abaixo você confere uma lista do que fazer e do que não fazer na hora da entrevista.

O que fazer:

  • Chegue cedo;
  • A aparência precisa ser impecável e mais formal;
  • Seja agradável, mas não informal;
  • Responda às perguntas com entusiasmo;
  • Mantenha a postura ereta na cadeira;
  • Escute o entrevistador com atenção para saber o que ele quer;
  • Durma bem na noite anterior.

O que não fazer:

  • Não leve outra pessoa com você;
  • Não fume;
  • Não peça desculpas quando falar dos seus pontos fracos;
  • Não implore ao entrevistador pelo trabalho;
  • Não conte piadas;
  • Evite falar sobre futebol, política e religião.

No mais, é fundamental que você desenvolva suas habilidades para causar uma boa impressão na entrevista. E para isso, o SENAI pode te ajudar. Contamos com mais de 100 cursos, em 18 áreas de atuação.

Se você quer sair na frente e conquistar o emprego tão desejado, nós te ajudamos nessa missão. Clique aqui e conheça nossos cursos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *